Cidades

Partes de corpo encontrado em estação da Caesb são de morador do Guará

O Correio teve acesso exclusivo ao laudo do IPDNA, que confirmou que a vítima é Anderson Rocha Alves, de 35 anos

Sarah Peres
postado em 21/07/2020 17:22
O Correio teve acesso exclusivo ao laudo do IPDNA, que confirmou que a vítima é Anderson Rocha Alves, de 35 anosA Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) confirmou que as partes de corpo humano encontradas em estação da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) são de um morador do Guará, identificado como Anderson Rocha Alves, de 35 anos. Uma servidora do órgão encontrou parte do cadáver na estação de tratamento de esgoto do órgão, na Avenida das Nações Sul, em 23 de junho. O caso é investigado pela 4; Delegacia de Polícia (Guará).

Inicialmente, o caso foi registrado pela 1; DP (Asa Sul). No entanto, os agentes da 4; DP suspeitaram que a vítima seria o morador do Guará, dado como desaparecido pela família alguns dias antes. Por isso, foi solicitado ao Instituto Pesquisa de DNA Forense (IPDNA) um exame de DNA para comprovar de que se tratava de Anderson.

O laudo do instituto ficou pronto nesta terça-feira (21/7), e foi obtido com exclusividade pelo Correio. Para confirmar que se tratava de Anderson, foi realizada uma comparação do material genético dele, com as amostras de DNA coletadas da mãe. ;Os perfis genéticos obtidos das amostras coletadas dos três fragmentos de cartilagem (...) são provenientes de um indivíduo do sexo masculino e apresentam perfis genéticos idênticos entre si;, explicou o exame.

Após a confirmação da vítima, a ocorrência foi encaminhada para investigação da 4;DP, por ser a área onde ocorreu o crime. Segundo o delegado João de Ataliba, ;com a confirmação da identidade da vítima, a natureza da ocorrência criminal será alterada de desaparecimento para morte a esclarecer. A família já foi contatada e recebeu nosso compromisso de uma resposta rápida para descobrirmos o que de fato ocorreu com seu ente querido.;

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação