Cidades

Há 71 dias sem chuva, brasilienses devem redobrar cuidados durante a seca

O último registro de chuva ocorreu em 17 de maio e a umidade relativa do ar pode alcançar os 20% ao longo da semana

Ana Clara Avendaño*
postado em 27/07/2020 17:22
Nesta semana, a temperatura mínima varia entre 10ºC a 13ºC e a máxima de 25ºC a 28ºCHá 71 dias sem chuvas, a população do Distrito Federal deve se atentar em relação aos cuidados necessários neste período marcado por baixas umidade e temperatura. De acordo com o meteorologista Olívio Bahia, a previsão para os próximos dias de temperatura mínima com variações entre 10;C a 13;C e a máxima de 25;C até 28;C.
A umidade relativa do ar ficará em torno de 30%. ;Devido ao grande número de dias sem chuva, mesmo se a umidade chegar a 35%, ainda haverá todo o risco, porque são dias consecutivos com baixa umidade do ar;, alerta Bahia.
Durante o inverno seco do cerrado, o clínico geral e coordenador da clínica médica no Hospital Santa Lúcia Norte, Marcos Ponte, recomenda como principal medida a ingestão de água, o uso de umidificador de ar, em especial para pessoas que utilizam ar condicionado, uma alimentação saudável e evitar a prática de exercício físico entre as horas de sol intenso (10h às 16h).
Segundo Ponte, o uso de máscara facial não é apenas benéfico na prevenção contra a covid-19, mas a utilização do equipamento ajuda a evitar a principal queixa nesta época do ano, as infecções nas vias áreas. ;As máscaras auxiliam muito na proteção contra poeira e ácaros;, explica o doutor.
[SAIBAMAIS]No fim de semana, o meteorologista afirma que o cuidado deve ser redobrado porque a umidade relativa do ar pode chegar a 20% por cento. Além da atenção ao bem-estar do corpo, a natureza também exige cautela. ;As pessoas precisam evitar jogar bitucas de cigarro no chão e limpar terrenos com métodos de utilização do fogo, neste período: o agricultor pode perder o controle e provocar uma queimada;, explica Olívio Bahia.
O movimento dos ventos do globo terrestre como um todo varia e, nesse periodo de inverno, os ventos que trazem umidade para a área central do Brasil se deslocam e levam umidade para outras localidades.
*Estagiária sob supervisão de Nahima Maciel

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação