Publicidade

Correio Braziliense

Covid-19: DF tem mais 14 mortes; casos de infectados passa de 100 mil

Ao todo, 1.277 moradores da capital perderam a vida na luta contra a doença. A maior parte das vítimas é de Ceilândia, Taguatinga e Samambaia


postado em 29/07/2020 12:48

A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública é de 82,47% (foto: Arquivo Cedido ao Correio/Divulgação)
A taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública é de 82,47% (foto: Arquivo Cedido ao Correio/Divulgação)
A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) registrou mais 14 óbitos pelo novo coronavírus até o início da tarde desta quarta-feira (29/7). O levantamento indica que 1.277 moradores locais perderam a vida na luta contra a doença. Se contarmos com os casos de residentes de outros estados, o número sobe para 1.406 (129 a mais).

Segundo balanço da pasta, Ceilândia é a região administrativa com mais mortes, com 268 registros. Taguatinga tem o segundo maior índice, com 124 vítimas. Em terceiro está Samambaia, com 120 óbitos. Depois aparece o Gama (86) e a área do Plano Piloto (85). 

A capital federal também registrou aumento no número de contaminados, com 510 novos diagnósticos positivos para a covid-19. Ao todo, são 101.236 pessoas com o vírus. Quanto à ocupação dos leitos para tratamento da doença no sistema de saúde, a taxa de ocupação na rede pública é de 82,47% e, na iniciativa privada, de 93,62%. 

Sobre o perfil dos doentes, a maioria são mulheres, representando 52,8% dos registros (53.476). Homens equivalem a 47,2% dos casos (47.760). A faixa etária que predomina com número de infectados é de pessoas entre 30 e 39 anos, com 27,54 mil diagnósticos. Depois vem o grupo de 40 a 49 anos (22,71 mil) e jovens entre 20 e 29 anos (18,95 mil).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade