Cidades

UBSs recebem 300 mil testes sorológicos; entenda quando fazer os exames

As unidades da rede pública de saúde do DF oferecem dois tipos de testes para detectar a covid-19: o RT-PCR (swab nasal) e o sorológico

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 04/08/2020 14:00
Todas as UBSs das regiões de saúde Norte, Central, Centro-Sul e Leste vão receber o exame que requer a coleta de sangueA partir desta terça-feira (4/8), todas as UBSs das regiões de saúde Norte, Central, Centro-Sul e Leste vão receber o kit para um exame que requer a coleta de sangue. Esses testes devem ser feitos em pessoas que apresentam sintomas da covid-19. Nas regiões de Saúde Sul e Sudoeste, os exames não serão feitos em todas as unidades. Desta forma, quem mora nessas áreas deve procurar a unidade básica referência de sua quadra e, caso essa UBS não faça o teste, haverá o encaminhamento para fazê-lo em outra unidade ou hospital.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) informou que as unidades da rede pública de saúde do DF oferecem dois tipos de testes para detectar a covid-19: o RT-PCR (swab nasal), considerado pelos especialistas a técnica padrão-ouro no diagnóstico da doença, e o sorológico, que detecta anticorpos IgM em plasma ou soro. Os dois exames são feitos em pessoas que apresentam sintomas do vírus.

Os moradores de Ceilândia e Brazlândia que apresentarem sintomas do coronavírus devem procurar a UBS mais próxima de sua casa, onde será atendido, avaliado e, caso necessário, encaminhado para fazer o teste na UPA ou hospital.

Os testes são feitos com indicação dos profissionais da UBS

Quando pode ser feito

[SAIBAMAIS]Em caso de sintomas da covid-19, o cidadão deve procurar a UBS mais próxima de sua residência. Após avaliação, o profissional de saúde indicará o exame ideal a ser feito. O teste RT-PCR é recomendado para pacientes que apresentam sintomas a partir do terceiro dia até o sétimo.

O sorológico é feito a partir do décimo dia dos sintomas, porque a produção de anticorpos IgM contra a covid-19 pelo organismo humano começa entre o sétimo e o décimo dia após a exposição viral, sendo o décimo quarto o pico do nível de IgM, que começa a diminuir posteriormente.

Teste Swab

Para a realização do teste Swab é utilizado um cotonete para colher amostra da mucosa do fundo do nariz. Já o sorológico, diferente do teste rápido em que se colhe uma gota de sangue, é feito a partir da coleta de sangue venoso em um frasco para que a amostra seja processada em centrífuga de laboratório. Todas as unidades básicas de saúde estão abastecidas com os exames swab, de acordo com a SES.

Orientações do que fazer caso teste positivo

Resultado

O resultado do teste sorológico será disponibilizado após 48 horas. A equipe da UBS da região de residência também entrará em contato, por telefone, para informar o resultado, como já é feito com os testes RT-PCR.

Análise

Os 300 mil testes sorológicos doados pela Receita Federal ao DF requerem processamento em laboratório para se obter o resultado. Como a maioria das unidades básicas não dispõem de estrutura para centrifugação, a Secretaria de Saúde organizou o fluxo de coleta na Atenção Primária.


As unidades testadas apresentaram desempenhos de sensibilidade e especificidade satisfatórios, conforme laudo encaminhado à Secretaria de Saúde. Dessa forma, estão de acordo com os valores declarados pelo fabricante, que são: sensibilidade de 91,29% (variando entre 87,58% e 94,18%); especificidade de 98,34 % (variando entre 95,81 e 99,55%).

Com informações da Agência Brasília

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação