Cidades

Empresas de eventos e autônomos terão acesso a programas de crédito do BRB

Cerca de 244 empresas associadas e 300 profissionais autônomos vinculados a Associação Brasileira de Empresas e Eventos (Abraeventos) poderão se beneficiar com o acordo

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 04/08/2020 17:04
O setor de eventos terá acesso às linhas de crédito do Banco de Brasília (BRB) com taxas e condições de pagamento diferenciadasO setor responsável pela realização de eventos sociais e corporativos, que reúne cerca de 250 empresas e profissionais autônomos, negociou com o Banco de Brasília (BRB) o acesso ao crédito do programa Supera-DF. O segmento terá acesso às linhas de crédito do banco com taxas e condições de pagamento diferenciadas. A iniciativa foi idealizada pela Secretaria de Turismo do DF (Setur).

Com a pandemia, o turismo foi um dos primeiros setores a parar com as atividades e, para a Secretária de Turismo Vanessa Mendonça, será uma das últimas a reabrir. Segundo Vanessa, são os empreendedores e autônomos que geram emprego e renda para a economia de Brasília. Para ela, as empresas e trabalhadores necessitam desse aporte financeiro. "Pelo menos até que possam retomar suas atividades com segurança num futuro próximo", ressalta.

Outra categoria que foi recentemente beneficiada pela iniciativa é a Associação Brasileira de Empresas e Eventos (Abraeventos). "A secretaria abraçou nossa causa e, com nossas atividades paradas, esse empréstimo já é um alento até que tenhamos um protocolo gradual de retorno dos eventos", reconhece Karla Vinhas, presidente da Abraeventos.

Com o cancelamento de cerimônias como casamentos, que geralmente são programados com antecedência, muitos que estavam agendados para este ano foram cancelados. "Por isso, diante da falta de perspectivas, o crédito do programa Supera-DF é tão importante para a manutenção das empresas e dos empregos;, analisa Karla.

Análise de crédito

Os empréstimos são concedidos mediante análise de crédito pelo BRB e poderão ser contratados até setembro. Os juros variam de acordo com a modalidade do crédito, a partir de 0,80% ao mês, com prazo de 36 meses para pagamento e seis meses de carência.

Além das 244 empresas associadas, outros 300 profissionais autônomos vinculados à Abraeventos como garçons e copeiros, entre outros, poderão se beneficiar com o acordo entre a Setur e o BRB.

A iniciativa concede financiamentos aos empresários e profissionais autônomos do turismo com linhas de crédito criadas especialmente para atender o setor como artesãos, guias de turismo, agências de viagens, rede hoteleira e de hospedagem.

O BRB disponibiliza as seguintes linhas de crédito:

Acreditar ; produto de microcrédito do BRB;

Progiro ; Capital de Giro;

BRB Investimento;

Os profissionais autônomos de turismo precisam apresentar ao banco o número do Cadastur e as empresas o registro em seu CNPJ da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) vinculado ao turismo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação