Cidades

Saiba onde contemplar a Lua cheia no DF; seca e frio ajudam na visualização

A fase mais brilhante da lua pode ser observada até hoje (5/8) no DF. Lugares altos e abertos são os mais indicados para quem quer contemplar o astro

Tainá Seixas
postado em 05/08/2020 21:43
lua cheia brasíliaO período atual é de Lua cheia. O momento exato da reflexão da lua completa na Terra ocorreu na segunda-feira (3/7), mas o astro ainda pode ser observado na forma cheia até essa quinta-feira. E moradores do Distrito Federal têm a vantagem de estarem em um local e período propícios para a contemplação astronômica: Brasília é um lugar alto, estamos na seca e trata-se de uma região plana, sem muitos obstáculos para a observação.

O professor de física do Observatório Astronômico da Universidade de Brasília, José Leonardo Ferreira, relata que, apesar do momento exato da lua cheia durar um dia, é possível acompanhar a fase durante cerca de uma semana. Ele explica que a seca e o tempo frio, em especial - a madrugada registrou mínima de 9,5;C e a previsão é de 25% de umidade - reduzem a umidade no ar, o que melhora a observação da lua por diminuir a difusão da luz.

"No dia da Lua cheia, é interessante que se observe a partir do poente, entre 19h e 20h, quando o céu está mais escuro. Os horários a partir das 19h até 22h são horários excelentes. Isso no dia da Lua cheia porque, depois, ela vai nascendo cada vez mais tarde", explica o professor. Nesta quarta-feira, o nascer da lua está marcado para as 19h54 e o poente, às 9h06.
lua cheia brasília

O astrofotógrafo Léo Caldas tem experiência em fotografar a lua na capital. Fotógrafo há 8 anos, captura a beleza do astro com suas lentes sempre que tem a oportunidade e publica as fotos em seu Instagram. Ele pontua o Eixo Monumental como um ótimo local para se contemplar a lua. "O Eixo Monumental tem uma finalidade de ser naquela orientação, ele é quase sentido norte-sul. Então, o sol, lua e planetas nascem mais ou menos atrás do Congresso e vão se pôr atrás do Memorial JK. Você estando no Eixo Monumental, quase sempre vai ver algum evento astronômico interessante, porque eles nascem nessa sequência", argumenta.

Outros pontos que ele destaca são a Ponte JK e o Pontão do Lago Sul. Próximo ao lago, é possível observar, além da lua, o reflexo dela na água. É importante também estar em lugares abertos, sem obstáculos que possam interferir na observação do astro. "Aqui em Brasília, qualquer lugar é ótimo porque você não tem montanha, não tem nada impedindo a visão e, em qualquer lugar, você pode ver a lua nascendo no horizonte", relata.
O repórter fotográfico do Correio Ed Alves também registrou os momentos mais belos da Lua Cheia este mês. Confira os cliques dos fotógrafos:
[FOTO1651239]

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação