Publicidade

Correio Braziliense

Acusado de assédio e estupro, Weinstein é agredido nos EUA; veja vídeo

Protagonista do levante em Hollywood contra o assédio, produtor foi hostilizado por um homem que queria tirar uma fotografia com ele


postado em 11/01/2018 11:22

Acusado de assédio sexual e estupro por uma série de mulheres, incluindo nomes como Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie, o produtor de cinema Harvey Weinstein foi hostilizado e agredido enquanto saia de um restaurante na última terça-feira (9/1), nos Estados Unidos. O vídeo, divulgado pelo site de notícias TMZ, mostra um homem identificado como Steve dando dois tapas no rosto do magnata e o chamando de ''pedaço de m*rda''. ''Dê o fora daqui'', diz. 

Segundo a publicação, Steve afirmou que tinha ''bebido um pouco'' e pediu para um amigo gravar o vídeo enquanto se aproximava de Weinstein, que aparece nas imagens com uma toca. 

Confira:
 


O caso aconteceu em Phoenix, no Arizona. Segundo o TMZ, Weinstein estava jantando quando Steve se aproximou e pediu uma foto. O homem afirmou que o produtor foi grosseiro e se negou a posar para a fotografia. 

No segundo semestre de 2017, Harvey Weinstein foi acusado por mais de 80 mulheres de ter cometido assédio sexual e estupro durante as últimas décadas. Após as histórias virem à tona, ele anunciou licença de seu cargo na Weinstein Company. 

No último domingo (7/1), o produtor foi alvo de piadas e críticas durante a cerimônia do Globo de Ouro 2018. Além disso, atrizes da indústria se vestiram de preto para endossar a campanha Time's Up, que luta contra a má conduta sexual masculina na indústria do entretenimento e também em locais de trabalho como um todo. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade