Publicidade

Correio Braziliense

Show de Victor Angeleas e Márcio Marinho celebra programa 'Face musical'

O bandolinista Victor Angeleas e o cavaquinista Márcio Marinho levam para o palco programa que criaram na internet


postado em 05/12/2018 06:05

Victor Angeleas, Larissa Umaytá e Márcio Marinho são atrações do Espaço Cultural do Choro(foto: Amanda Alves/Divulgação)
Victor Angeleas, Larissa Umaytá e Márcio Marinho são atrações do Espaço Cultural do Choro (foto: Amanda Alves/Divulgação)

Além da busca constante do aprimoramento da técnica instrumental, os músicos brasilienses da nova geração buscam também ter controle sobre as novas ferramentas digitais. Com isso, eles querem chegar com o seu trabalho a um público ainda maior — o formado por pessoas que acessam programas transmitidos pelas redes sociais.

O bandolinista Victor Angeleas e o cavaquinista Márcio Marinho, por exemplo, há dois anos vêm se destacando ao utilizar a internet para veicular o Face musical, programa que é apresentado às terças-feiras, às 21h30. A transmissão ao vivo é feita do Feed Back Studio, na Entrequadra 702/703 Norte, sempre com a participação de convidados.

Tudo começou em 2016, quando Victor e Márcio inauguraram a parceria, compondo juntos a primeira música, intitulada Virada do choro, para celebrar o Dia Nacional do Choro. O primeiro é professor de bandolim na Escola de Choro de Brasília e líder dos grupos Sai da Frente e Gypsy Jazz Club. Já o outro é professor de cavaquinho na Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello e integrante do conjunto regional Choro Livre. “Formamos também um inusitado duo de bandolim de 10 cordas e cavaquinho de seis cordas. E já temos mais de 20 composições”, anuncia Victor.

Celebração


Nesta quarta-feira (5/12), às 21h, o duo faz a celebração dos dois anos de parceria e do Face musical, com um show no Espaço Cultural do Choro. “O show será uma espécie de reencontro no palco com alguns dos convidados que recebemos no programa. Durante quase duas horas, vamos reviver momentos vividos no estúdio, passeando por repertório variado, que inclui choro, samba, bossa nova, frevo, baião e jazz”, adianta o bandolinista. A renda do show vai ser revertida para a Fundação Pestalozzi.

Victor explica que, desde o início, a proposta do Face musical tem sido promover encontros com músicos e cantores de estilos variados para bater papos informais e tocar composições autorais, ou criações de outros compositores. “Já recebemos algo em torno de 30 convidados, entre os quais Serginho Meriti, Vasconcellos, Fernando César, Alberto Salgado, Marcos Morais, Sérgio Morais, Bruno Rejan, Larissa Umaytá e Lorena Ly. Todos esses vão dividir a cena comigo e o Márcio”.

Segundo o instrumentista, o programa tem em média 5 mil espectadores enquanto está sendo veiculado ao vivo, mas esse número cresce bastante quando fica disponível nas plataformas digitais. “O recorde de interação foi o da postagem de Brasileirinho, choro clássico de Waldir Azevedo, com a participação da percussionista Larissa Umaytá, que teve 1 milhão de visualizações”, comemora.

Para Victor, a internet é um instrumento de fundamental importância, “que dá oportunidade ao músico independente de divulgar o seu trabalho, sem ficar refém das mídias eletrônicas tradicionais”, destaca. “Mas continuamos a registrar nosso trabalho em discos, que consideramos também um veículo de grande valia. Com o grupo Sai da Frente, conquistamos neste ano, no Lincoln Center, em Nova York, o prêmio Independent Music a World, com nosso álbum autoral”, acrescenta.

Victor Angeleas e Márcio Marinho
Show do bandolinista e do cavaquinista, com a participação de convidados, quarta, às 21h, no Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental, ao lado do Centro de Convenções Ulysses Guimarães). Ingresso: R$ 30 e R$ 15 (meia para estudantes). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3225-0599.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade