Publicidade

Correio Braziliense

Eduardo Costa critica repercussão da morte de cadela em hipermercado

Para o cantor, animal não pode ser equiparado ao ser humano. O post foi apagado horas depois


postado em 07/12/2018 08:39 / atualizado em 07/12/2018 09:04

O cantor Eduardo Costa foi criticado pelos fãs ao dizer que a morte da cadela em SP não se compara ao assassinato da idosa de 106 anos(foto: Instagram/eduardocosta/Reprodução))
O cantor Eduardo Costa foi criticado pelos fãs ao dizer que a morte da cadela em SP não se compara ao assassinato da idosa de 106 anos (foto: Instagram/eduardocosta/Reprodução))


O cantor sertanejo mineiro Eduardo Costa, de 38 anos, gerou nova polêmica no Instagram – onde possui 6,5 milhões de seguidores – nessa quinta (6/12). O artista fez uma publicação em que critica a repercussão da morte de cadela no supermercado Carrefour de Osasco (SP) em 28 de novembro.

Ele compartilhou uma imagem que compara a comoção pública dos maus-tratos contra o animal à falta de repercussão do assassinato da idosa Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, que foi morta a pauladas no município de Feira Nova do Maranhão, a 783 km de São Luís, no dia 17 de novembro.

"Não estou aqui defendendo quem matou o cachorro. Ambos os crimes são inadmissíveis, covardes e os autores deveriam ser exemplarmente punidos no rigor da lei. Mas não há como negar que há algo errado numa sociedade que se indigna mais com um crime contra o animal do que com o cometido contra um ser humano e, o que é pior: contra uma senhora de 106 anos", diz o texto da imagem compartilhada por Eduardo Costa no Instagram.

Além disso, o sertanejo fez questão de deixar outra opinião no post que acompanha a figura na rede social: "É como eu penso e vou continuar pensando". Publicado na tarde de quinta (6/12), o post do artista já contava com mais de 85 mil curtidas e 11 mil comentários. Mas horas depois e com a repercusão negativa, o artista apagou o post.

Muitos usuários da rede social se mostraram indignados com a opinião do músico belo-horizontino. "Esse aí quer mídia de qualquer jeito", diz o perfil intitulado Debora_oliveerr. "Por que você não começa a sair na rua como a voz dela, então?", questiona o usuário Friendwalker. "Ainda bem que cada um pensa como quer né? Eu, particularmente, sofri mais com a morte do cachorrinho. Que não pode falar, gritar, pedir ajuda. Que não tem como se defender da crueldade humana", afirma a internauta Renattassantana. "Não vejop diferença entre os dois casos. Para mim deveria ter pena de morte pros [sic] dois", comenta a usuária Claudetebairle. "Não lembro de você fazendo campanha pra [sic] essa senhora... Preste atenção!", reclama a usuária Thalita.magalhaes.794, no Instagram.
 

Novo post

 
Já na madrugada desta sexta-feira (7/12), Eduardo postou uma novo foto. Desta vez, ele está com um cachorrinho e não tem a foto da idosa. Mas ele repete que um animal não pode ser equiparado ao ser humano. 

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma pessoa que maltrata um animal seja ele qual for merece uma punição maior do que maltratar um ser humano, eu sou caipira e como um caipira de verdade eu amo a natureza, amo a DEUS e amo os animais. Não gosto de ver maldade nem com cobra, nem com minhocas %uD83D%uDC1B, só odeio os pernilongos e odeio muito, mato todos com prazer kkk, mas não podemos dar mais importância a morte de um animal do que a morte de ser humano, entende??? Acho que temos que ter leis severas contra maus tratos aos animais urgente, pra ontem... e ela tem que ser cumprida com rigor. Mais eu ainda continuo dizendo; pra mim a vida humana é sagrada, não que a dos animais não seja, entende? Mas se eu tivesse que fazer uma escolha entre um cachorro que eu amo e um ser humano que eu nunca vi na minha vida, escolheria o ser humano. Você pode até não concordar comigo mas hoje é o que penso, mas posso mudar quem sabe, não sou alienado, e graças a DEUS não serei. Eu tenho uma carreira, não nasci com ela, eu já era eu antes dela e se por causa dela eu tiver que me calar pode ter certeza de uma coisa, eu abro mão dela. Meu escritório, minha gravadora, meus amigos, minha família não são donos da minha fala, nem da minha palavra, e jamais vão ser, nasci pelado e sem nada, vivi até meus 25 anos sem ter nada , e sei que o dia que eu for partir dessa terra também não vou levar nada. Todos nós vamos virar somente uma placa por cima de uma tumba, entende?? Então não vou abrir mão das minhas convicções. Mas enfim, eu amo os animais, e se alguém tiver alguma ONG que ajuda os animais de rua e quiser que eu poste por aqui no meu insta é só falar, e eu faço questão de ajudar tbem, tahhh. É só marcar aqui. As crianças, os idosos, e os shows que faço beneficentes eu jamais vou postar aqui, e faço isso a 13 anos, mas as ONGs em prol dos animais eu vou fazer, tahhh. Mas continuo amando mais os humanos do que qualquer animal kkk. Ahhh esse é o brutus, meu parceirinho @brutusvillarimcosta e pode ter certeza, se eu tivesse que escolher entre a sua vida e a dele você pode ter certeza que eu escolheria você, e não espero que você faça o mesmo por mim. Que DEUS te proteja e te dê muita saúde em nome de JESUS. Amém???

Uma publicação compartilhada por Eduardo Costa (@eduardocosta) em


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade