Publicidade

Correio Braziliense

Diretor responde críticas sobre documentário de Michael Jackson

Família do rei do pop tinha publicamente se colocado contra o novo filme que apresenta duas supostas vítimas de abuso sexual


postado em 30/01/2019 11:51 / atualizado em 30/01/2019 11:50

Na época do processo contra Michael, o cantor foi inocentado(foto: AFP / HECTOR MATA)
Na época do processo contra Michael, o cantor foi inocentado (foto: AFP / HECTOR MATA)


Dan Reed, diretor do documentário Leaving Neverland se pronunciou oficialmente sobre as críticas feitas à produção, inclusive por parte da família de Michael Jackson, que chegou ao Festival Sundance na última sexta-feira (25/1). O sobrinho de Michael está arrecadando dinheiro por meio de um financiamento coletivo para fazer um filme que seja uma resposta ao Leaving Neverland.

O documentário apresenta a história de Wade Robson e James Safechuck, duas supostas vítimas de abuso sexual de Michael Jackson. A dupla já havia processado o astro judicialmente em 2017, entretanto a corte arquivou as acusações na época.

“Esse é um documentário de quatro horas, com um grande histórico de investigação contando uma história complexa, de pessoas complexas”, afirmou Reed em defesa a crítica de que a película seria sensacionalista. “Todo mundo sabe reconhecer um documentário. Uma peça de quatro horas é um tabloide? Eu não caracterizo Michael no filme, eu acho que se você assistir você vai perceber que é uma história sobre essas duas famílias, e Michael é apenas um elemento dessa história”, completou.

Ainda ao portal The Hollywood Reporter, o diretor ironizou as críticas dos familiares de Michael: “Ele (Michael) é uma importante fonte de ativos, eles (a família) têm uma importante fonte de lucro para proteger. Toda vez que uma música (de Michael) é tocada, a caixa registradora é acionada. Não me surpreende que eles (a família) tenham se levantado para protegê-lo”.

Confira o trailer de Leaving Neverland


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade