Publicidade

Correio Braziliense

Em entrevista, Sam Smith diz se identificar como não-binário

'Não sou homem nem mulher', afirmou o cantor em programa da atriz Jameela Jamil


postado em 18/03/2019 18:56 / atualizado em 18/03/2019 18:57

(foto: Valerie Macon/AFP e Jamie McCarthy/Getty Images/AFP)
(foto: Valerie Macon/AFP e Jamie McCarthy/Getty Images/AFP)

 

A atriz Jameela Jamil, estrela da série de comédia The good place, começou um programa de entrevistas em parceria com o Instagram. I weigh falará sobre desconstrução de padrões de beleza, autoestima e temas correlatos. A atriz é ativista atuante sobre questões relacionadas a corpo. O primeiro convidado foi o cantor Sam Smith.

 

Durante a conversa, a dupla abordou principalmente a questão de como a mídia e algumas situações da infância podem lidar com o excesso de peso de maneira problemática. Sam falou sobre como o peso sempre foi um problema para ele. “Eu tinha seios. Eu costumava fazer minha mãe escrever uma nota para a escola quando eu tinha 8 anos, então eu não teria que ir para aulas de natação. Então, é algo que está em mim para sempre", admitiu Sam.

 

Ele também contou sobre como chegou a fazer lipoaspiração muito jovem, uma vez que ganhou peso muito rápido e ter "seios" era motivo de muito bullying. “Eu fiz lipoaspiração, eu tinha 12 anos. Na época, acho que fiquei muito feliz com isso. Não mudou nada de verdade. Acho que recuperei o peso em duas semanas porque não descobri a minha relação com a comida, por isso não mudou nada. Mas ter 12 anos e ter lipoaspiração no peito é um grande problema”, relembra.

 

Outro ponto polêmico abordado pelo cantor foi sobre gênero e sexualidade. Assumidamente gay, Sam falou sobre como desconstruiu os pensamentos sobre gêneros também. “Não-binário/genderqueer é que você não se identifica em um gênero. Você é uma mistura de todas as coisas diferentes. Você é sua própria criação especial. É assim que eu entendo – não sou homem nem mulher. Eu acho que flutuo em algum lugar no meio – está tudo no espectro”, definiu.

 

Nas redes sociais, Sam admitiu que a entrevista mudou sua vida.

 

 

 

Clique aqui para ver a entrevista completa. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade