Publicidade

Correio Braziliense

Anitta, Ludmilla, Gloria Groove e Pabllo Vittar reinventam o pop nacional

Veja como a produção desses artistas em 2019 deu nova cara ao gênero


postado em 09/12/2019 09:25

Já consolidadas na cena pop nacional, 2019 rendeu muitos trabalhos para as cantoras Anitta, Ludmilla, Gloria Groove, Iza e Pabllo Vittar. Com projetos solos ou em parcerias, e, com produções aos moldes internacionais, essas artistas reinventam o pop nacional, dando brasilidade e personalidade ao gênero.

Gloria Groove e Iza estão juntas em YoYo(foto: Rodolfo Magalhães/Divulgação)
Gloria Groove e Iza estão juntas em YoYo (foto: Rodolfo Magalhães/Divulgação)


Gloria Groove

Um fundo minimalista preto com a palavra alegoria escrita em branco e em caixa alta foi a imagem escolhida para ilustrar a capa do novo EP da cantora Gloria Groove, Alegoria, que chegou às plataformas em 12 de novembro. A palavra simboliza um conjunto de metáforas que abstraem ideias muito exatas da compositora, combinando com o tom do novo trabalho, perpassado de enigmas e  de sentimentos.

“Eu queria muito lançar alguma coisa, por que os fãs já estavam pedindo muito. Quando pegamos essas músicas e juntamos, eu fui atrás de estudar o que elas tinham em comum, e eu percebi que cada uma delas era uma metáfora. Aí, contei com ajuda do Google e descobri que um conjunto de metáforas é uma alegoria. E essa palavra vai além do carnaval que é a ideia que a gente tem, os vários significados de alegoria são muito fortes e todos me interessaram. Sem contar que essa palavra amarrava tudo, até porque eu mesma sou uma alegoria”, conta Gloria Groove em entrevista ao Correio.

Iza representa empoderamento e negritude(foto: Influenza Produções/Divulgação)
Iza representa empoderamento e negritude (foto: Influenza Produções/Divulgação)


Iza

Revelação de 2017, Iza apostou em singles em 2019. A cantora lançou quatro faixas novas: Evapora, Meu talismã, Brisa e Quem mandou chamar. Dessas, três vieram acompanhadas de videoclipes. “Quando eu gravo as músicas, algumas delas eu já tenho o clipe na minha cabeça. Eu gosto de pensar em clipes para os meus singles. Trabalhei muitos anos com edição de vídeo, quando me formei em publicidade, então, é uma paixão ver a música ganhando imagem”, conta Iza em entrevista ao Correio.

O último lançamento da cantora chegou às plataformas na última sexta-feira. O single Quem mandou chamar é uma parceria entre a artista, o rapper Matuê e o grupo Tropkillaz. Antecessor deste trabalho, Evapora, lançado em novembro, marca o primeiro feito internacional da carioca ao lado de Ciara and Major Lazer. “Foi uma oportunidade maravilhosa que aconteceu para mim. Não percebo como uma carreira internacional, mas é a primeira coisa que eu faço com artistas de fora gravando. Claro que isso pode me trazer alguma coisa, em termos internacionais, mas isso para mim é muito mais um presente da música do que um investimento”, afirma a cantora.

Anitta: em 2020, tudo será diferente(foto: MAURO PIMENTEL)
Anitta: em 2020, tudo será diferente (foto: MAURO PIMENTEL)


Anitta

Após uma temporada apostando em feats e singles em inglês e espanhol, Anitta lança um projeto todo em português, intitulado  Brasileirinha. “Meu ano de 2020 vai ser totalmente diferente de tudo da minha carreira até agora. Mas antes, tenho uma surpresa para os meus fãs brasileiros, um novo projeto musical chamado Brasileirinhas”, anunciou a cantora nas redes sociais.

A produção já lançou dois singles: Some que ele vem atrás, em parceria com Marília Mendonça e Combatchy juntamente as cantoras Lexa, MC Rebecca e Luísa Sonza. O próximo lançamento será Meu mel, com o trio Melim.

Ludmilla

Ludmilla colheu bastante frutos neste ano. Com o lançamento do primeiro álbum ao vivo da carreira da cantora, Hello mundo engatou muitos hits nas plataformas de música, dentre eles os sucessos Invocada, com Léo Santana e A favela chegou, com Anitta.

Além do disco, Ludmilla lançou três faixas, Melhor pra mim, Onda diferente (feat Snoop Dogg e Anitta) e Verdinha. O último lançamento, Verdinha, chegou nas plataformas digitais em 29 de novembro acompanhada de um videoclipe. Na produção, Ludmilla aparece com o cabelo verde ao lado de uma plantação de alfaces. 

Estagiária sob supervisão de Severino Francisco
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade