Publicidade

Correio Braziliense

Escritor brasiliense Roberto Klotz lança 'Agora pisei'

Transitando entre o conto e a crônica, este é o sétimo livro do autor, que abandonou a engenharia para se dedicar à literatura


postado em 13/12/2019 10:20 / atualizado em 13/12/2019 10:21

'Agora pisei', sétimo livro de Roberto Klotz, reúne prosas entre o conto e a crônica (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
'Agora pisei', sétimo livro de Roberto Klotz, reúne prosas entre o conto e a crônica (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
 

O escritor brasiliense Roberto Klotz lançou na última quarta-feira (9/12), no restaurante Carpe Diem, o livro Agora pisei (independente, 2019, R$ 40), sétimo do autor. Lançado dez anos depois do segundo livro, Quase pisei, a nova coletânea dá continuidade ao estilo rápido, leve, bem-humorado e certeiro das prosas do antecessor. 

 

O autor não faz muita distinção entre gêneros como contos ou crônicas, embora a palavra "crônicas" esteja estampada na capa do livro. "Rótulos são necessários. Nos livros, misturo os gêneros", resume.

 

Escritor desde 2003, Roberto Klotz abandonou a profissão de engenheiro para se dedicar à literatura. "Escrevi um texto catártico após um ano sem cigarro. Achei que ficou bom e enviei a Dráuzio Varela, que elogiou e deixou no site dele por dois anos", conta. O comentário de Dráuzio Varela está na apresentação do livro.

 

Seis livros foram publicados desde então: Pepino e Farofa, inspirado em desventuras culinárias, e Quase pisei, ambos de 2009; Cara de crachá, de 2011, que satiriza o funcionalismo público; os infantis A bruxinha que queria ser fada (2013) e O monstro na caixa azul (2014); Manual do escritor (2016), com dicas literárias bem humoradas para os jovens escritores; e a coletânea Desafio dos Escritores DF (2017), organizada por ele e Nálu Nogueira.

 

"A gente amadurece. A escrita amadurece. Ganha qualidade. Agora os textos são mais enxutos. O Quase pisei é o mais maduro entre os três anteriores. Em Pepino e Farofa, há 50 textos em 160 páginas. Agora são 70 em 164 páginas", avalia o escritor. 

 

Para adquirir os livros, envie um e-mail para o autor em robertoklotz@gmail.com

 

*Estagiário sob a supervisão de Adriana Izel 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade