Publicidade

Correio Braziliense

Spike Lee é confirmado como presidente do júri do Festival de Cannes 2020

Festival ocorrerá entre 12 e 23 de maio


postado em 14/01/2020 10:32 / atualizado em 14/01/2020 10:32

Spike Lee venceu o Oscar, em 2019, de melhor roteiro adaptado com o filme 'Infiltrado na Klan'(foto: JB LACROIX)
Spike Lee venceu o Oscar, em 2019, de melhor roteiro adaptado com o filme 'Infiltrado na Klan' (foto: JB LACROIX)

 

Realizado entre 12 e 23 de maio de 2020, o Festival de Cannes, uma das maiores premiações do cinema internacional, escolheu o presidente do júri desta edição. Trata-se do diretor americano Spike Lee. O cineasta vai substituir o mexicano Alejandro González Iñárritu, que foi o presidente do evento em 2019.

 

Spike Lee é a primeira pessoa da diáspora africana nos Estados Unidos a assumir o cargo. Aos 62 anos, o diretor, que também é roteirista, ator, editor e produtor, fez vários filmes que se notabilizaram por discutir questões sociais e raciais em produções audiovisuais.

 

O cineasta apresentou sete de seus filmes no festival e, em 2018, venceu o prêmio com o longa Infiltrado na Klan, que trata da história real de um negro infiltrado no grupo supremacista branco Ku Klux Klan. O filme também recebeu cinco indicações ao Oscar em 2019 e rendeu o prêmio de melhor roteiro adaptado para Spike Lee.

 

A composição restante do júri será anunciada apenas em abril, mas a responsabilidade não é pequena. Os integrantes terão que escolher o sucessor de Parasita, do diretor sul-coreano Bong Joon-ho, que conquistou o Palma de Ouro em 2019.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade