Publicidade

Correio Braziliense

PIB: Economia brasileira avança 0,6% no terceiro trimestre, diz IBGE

O índice foi puxado pelo setor agropecuário, com alta de 1,3%, pela indústria, com 0,8%, e por serviços, que cresceu 0,4%


postado em 03/12/2019 10:08 / atualizado em 03/12/2019 10:51

(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que calcula o desempenho da atividade econômica, registrou alta de 0,6% no terceiro trimestre, em relação ao segundo trimestre do ano, que cresceu 0,4%. Na comparação anual, o PIB do terceiro tri avançou 1,2%, totalizando R$ 1,8 trilhão.

 

Os números foram divulgados, nesta terça-feira (3/11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A economia foi puxada pelo setor agropecuária, com alta de 1,3%, pela indústria, com 0,8%, e por serviços, que cresceu 0,4%. 

 

O consumo das família, com crescimento de 0,8%, também elevou o índice geral. Já em relação ao mesmo período do ano passado, as famílias brasileiras estão consumindo 1,9% mais. Por outro lado, os gastos de consumo do governo recuaram 0,4%, ante o trimestre imediatamente anterior, e 1,4% em relação ao terceiro trimestre do ano passado. 

 

Destaques anuais

Em relação ao terceiro trimestre de 2018, os setores que puxaram a economia são as atividades de  construção, que registraram expansão de 4,4% no período, a indústria extrativa, com alta de 4%, e a o setor agropecuário, que avançou 2,1%. A indústria brasileira cresceu 1% na comparação anual entre os dois trimestres. 

 

A previsão do mercado financeiro, segundo o relatório semanal do Banco Central Boletim Focus, é de que a economia brasileira encerre o ano com alta de 0,99%.

 

Bolsonaro comemora

O presidente Jair Bolsonaro celebrou o crescimento do PIB. Na abertura do fórum O controle no combate à corrupção, organizado pela Controladoria-Geral da União (CGU), comentou que, embora seja um resultado “inesperado” para os analistas econômicos, para ele, é fruto do trabalho conduzido pelo governo. 

 

Em um discurso curto, Bolsonaro não alongou muito sobre o avanço da atividade econômica, mas não escondeu a satisfação com o indicador. “É algo inesperado para os analistas econômicos, mas, da nossa parte, sabíamos que viria uma boa notícia e ela veio em uma boa hora. E ali, a equipe econômica, a nossa equipe econômica e de todos vocês, diz que a nossa previsão para o próximo trimestre é crescer. O Brasil está crescendo”, destacou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade