Publicidade

Correio Braziliense

MPF recomenda ao MEC que suspenda inscrições do Sisu

Órgão tem 24 horas para responder. Inscrições se estendem até domingo (26/1)


postado em 22/01/2020 21:43

(foto: Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Helio Montferre/Esp. CB/D.A Press)
O Ministério Público Federal (MPF) recomendou na tarde desta quarta-feira (22/1) que as inscrições do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020 sejam suspensas. O pedido também é para que o calendário do programa seja alterado. O documento foi encaminhado ao ministro da Educação, ao secretário de Educação Superior do MEC e ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

 

De acordo com o MPF, a suspensão deve ser até que  o Inep faça nova conferência dos gabaritos de todos os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. Dessa forma, a intenção é garantir que todos as provas tenham recebido a mesma correção. 

 

O prazo dado ao MEC é de 24 horas e caso seja descumprida poderá implicar na adoção de providências administrativas e judiciais pelo MPF.

 

Segundo o MPF, o prazo dado pelo MEC, de cerca de dois dias, para o  apontamento das supostas irregularidades pelos candidatos não foi suficiente para abranger todos os 3,9 milhões de pessoas que fizeram o exame. 

Erros no Enem 

De acordo com o MEC, houve "inconsistências" na correção dos gabaritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. Aproximadamente 6 mil candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 201 foram afetados pelo erro na correção da prova, de acordo com o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

 

Apesar disso, o prazo para inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi mantido, somente com o acréscimo de mais dois dias. Os candidatos podem se inscrever até este domingo (26/1).  


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade