Publicidade

Correio Braziliense

UnB é a 8ª melhor do país; outras 45 universidades estão em ranking mundial

Mais nova edição do Times Higher Education (THE) traz 11 instituições de ensino superior brasileiras a mais. A melhor do Brasil e da América Latina é a USP. Mundialmente, a Universidade Oxford levou a melhor


postado em 13/09/2019 16:47 / atualizado em 13/09/2019 20:14

A Universidade de Brasília (UnB) é a oitava melhor instituição de ensino superior do país de acordo com a 16ª edição do ranking mundial de universidades Times Higher Education (THE) 2020, que classificou 1.300 universidades de 92 países. Na avaliação da consultoria britânica, a UnB melhorou em quatro dos cinco critérios considerados (ensino, pesquisa, citações e reconhecimento internacional); mesmo assim, ficando na mesma posição da última edição do estudo.

 

(foto: Nicolas Braga/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Nicolas Braga/Esp. CB/D.A Press)

 

“Avançamos significamente no score geral. É um motivo grande para comemorar e demonstra o que nós sabemos e vivenciamos: que é uma universidade de excelência”, comemora a reitora da UnB, Márcia Abrahão. 

Avaliação de critérios da UnB

A UnB se classificou entre as posições 801ª e 1000ª na listagem internacional, mesmo quadrante em que estava em 2019. Tradicionalmente, a UnB tem se classificado em rankings do tipo, tanto mundiais, quanto regionais ; por exemplo, na América Latina e entre países em desenvolvimento.

 

(foto: Reprodução/UnB)
(foto: Reprodução/UnB)

 

Classificaram-se também na mesma faixa da UnB no THE, as universidades federais de Pelotas (UFPEL) e do Rio de Janeiro (UFRJ), a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp). Acima da UnB, classificadas entre as 601ª e as 800ª posições, estão as universidades federais de Minas Gerais (UFMG), do Rio Grande do Sul (UFRGS), de Santa Catarina (UFSC) e de São Paulo (Unifesp) e a PUC-Rio. 

 

A melhor instituição de ensino superior do país e da América Latina de acordo com o ranking é a Universidade de São Paulo (USP), que está entre as 251 e as 300 melhores do mundo. Em segundo lugar nacional e em quinto na América Latina, está a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na faixa entre a 501ª e a 600ª colocação. Dentro dos países latino-americanos, a Unicamp teve performance pior este ano: saindo da segunda para a quinta posição.

 

(foto: Vinicius Cardoso/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Vinicius Cardoso/Esp. CB/D.A Press)

 

Um total de 46 universidades brasileiras aparecem no ranking, que reúne as 1 mil melhores do mundo — 11 instituições a mais do que no ano passado. Apesar disso, a avaliação dos organizadores do estudo é de que a maioria das universidades brasileiras está em declínio ou estagnação com relação às colocações no ranking. Em termos quantitativos, o Brasil foi o país da América Latina que mais emplacou instituições na lista. O segundo colocado nesse quesito, o Chile, teve 18 instituições. 

Como tem sido o avanço brasileiro

Agora, o Brasil tem mais instituições no ranking do que a Itália e a Espanha, sendo a sétima nação com mais universidades na lista (desempenho melhor que no ano passado, quando era o nono país com mais entidades no levantamento). Segundo a editora do ranking Ellie Bothwell, essa é “certamente uma grande conquista”. No entanto, ela lamenta que as 11 universidades brasileiras que entraram na lista este ano ficam todas abaixo da 1001 posição, além de fato de várias outras terem ficado de fora do ranking. A consultoria do ranking avalia que “os constantes problemas financeiros e a falta de uma estratégia de ensino superior não ajudam a solucionar este problema”.

 

Ellie Bothwell pondera que o ensino superior global se torna um campo cada vez mais competitivo, assim o Brasil terá de trabalhar mais para ter avanços positivos em próximos rankings. Ela alerta ainda, porém, que “a crescente hostilidade do governo atual em relação à educação superior inspira pouca confiança”.

 

 

Como se saiu o Brasil no ranking

Confira a universidades brasileiras que entraram para a lista do Times Higher Education:

  1. Universidade de São Paulo (USP)
  2. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
  3. Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  4. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  5. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  6. Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
  7. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)
  8. Universidade de Brasília (UnB)
  9. Universidade Federal de Pelotas (Ufpel)
  10. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  11. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  12. Universidade Estadual Paulista (Unesp)
  13. Universidade de Caxias do Sul (UCS)
  14. Universidade Estadual do Ceará (Uece)
  15. Universidade Federal do ABC (UFABC)
  16. Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  17. Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  18. Universidade Federal do Ceará (UFC)
  19. Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)
  20. Universidade Federal de Goiás (UFG)
  21. Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) 
  22. Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
  23. Universidade Federal de Lavras (UFLA)
  24. Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)
  25. Universidade Federal do Pará (UFPA)
  26. Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  27. Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  28. Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
  29. Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa)
  30. Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  31. Universidade Federal de São Carlos (Ufscar)
  32. Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  33. Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)
  34. Universidade Federal de Viçosa (UFV)
  35. Universidade Federal Fluminense (UFF)
  36. Universidade de Fortaleza (Unifor)
  37. Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  38. Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG)
  39. Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)
  40. Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj)
  41. Universidade Estadual de Santa Catarina (Udesc)
  42. Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)
  43. Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  44. Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
  45. Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc)
  46. Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) 

Veja resultados do topo do mundo

Este ano, a Universidade Oxford foi classificada como a melhor do mundo pelo quarto ano seguido. O Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) ficou em segundo lugar (no ano passado, estava na quinta posição). As Universidade de Cambridge e Stanford e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) caíram uma posição cada, terminando em terceiro, quarto e quinto lugar, respectivamente. Já as universidades Princeton e Harvard “trocaram de lugar”. Este ano, Harvard está em sétimo lugar; e em 2019 estava em sexto; enquanto Princeton subiu uma posição, ficando em sexta agora.

A Universidade Yale se manteve na oitava classificação; a Universidade de Chicago subiu um lugar, estando em nono; e o Imperial College London caiu uma classificação, completando a lista das 10 melhores do mundo. As mais altas posições do ranking são dominadas por universidades dos Estados Unidos. A Ásia vem logo em seguida, galgando melhores resultados a cada ano.
 

Saiba mais

Confira o ranking completo no link.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade

MAIS NOTÍCIAS

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
Inep divulga gabaritos do Encceja PPL 20:19 - 15/10/2019 - Compartilhe

Inep divulga gabaritos do Encceja PPL

publicidade
publicidade