Holofote

Atenção! É golpe mensagem sobre suposto teste de vacina contra a covid-19

Texto enviado pelo WhatsApp oferece viagem a Genebra, na Suíça, para suposto treinamento de imunização, mas não passa de tentativa de fraude

Bruna Lima, Guilherme Goulart
postado em 31/07/2020 14:05
Texto enviado pelo WhatsApp oferece viagem a Genebra, na Suíça, para suposto treinamento de imunização, mas não passa de tentativa de fraudeAs tentativas de golpes cometidas durante a pandemia da covid-19 estão cada vez mais sofisticadas. Em uma das mais recentes, estelionatários passaram a enviar mensagens, pelo WhatsApp, como se fosse da conta oficial da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

O texto chama a atenção pelo cuidado empregado pelos golpistas para convencer a possível vítima de que ela recebeu uma convocação para participar do teste de uma vacina contra o novo coronavírus, na Suíça. Além de certo esmero com siglas e com a língua portuguesa ; os erros de ortografia e de pontuação são frequentes nas notícias falsas ;, os bandidos virtuais mencionam a Organização Mundial da Saúde (OMS) e especialistas na área como forma de passar credibilidade ao informe. Veja:

Texto enviado pelo WhatsApp oferece viagem a Genebra, na Suíça, para suposto treinamento de imunização, mas não passa de tentativa de fraude

O golpe aparece no fim da mensagem, quando explica-se que, "após o pagamento da taxa", o suposto beneficiado pelo treinamento da vacina ganhará a reserva de uma passagem aérea e de hospedagem em Genebra. No entanto, trata-se de fraude. Não repasse dinheiro para nenhuma conta bancária.

Ao receber várias denúncias da tentativa de fraude, a SBI divulgou um comunicado. alertando para a "falsa mensagem". Veja:

Texto enviado pelo WhatsApp oferece viagem a Genebra, na Suíça, para suposto treinamento de imunização, mas não passa de tentativa de fraude

De acordo com a assessoria de Comunicação da SBI, esse tipo de fake news é frequente e, com a disponibilização de canal de denúncias, ultrapassa a casa dos milhões. Nesse momento de pandemia, houve aumento exponencial de denúncias sobre mensagens que usam o nome da sociedade para aplicar tentativas de golpes e passar informações falsas.
Desde o início da pandemia da covid-19, estelionatários usaram a Turma da Mônica para aplicar golpes, assim como a cervejaria Heineken e o Ministério da Saúde.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação