Publicidade

Correio Braziliense

Moscou acusa Londres de 'reter pela força' a filha de ex-espião russo

Yulia Skripal foi envenenada junto de seu pai, mas já recebeu alta do hospital em que estava se recuperando, no Reino Unido


postado em 12/04/2018 13:19

(foto: Reprodução/Facebook)
(foto: Reprodução/Facebook)
Moscou, Rússia -
A Rússia acusou nesta quinta-feira (12/4) o Reino Unido de "reter pela força" Yulia Skripal, envenenada em 4 de março com seu pai, o ex-espião russo Serguei Skripal, que na véspera recebeu alta do hospital onde estava internada.

"Os últimos acontecimentos reforçam nosso temor de que se trata de um isolamento de uma cidadã russa. Temos razões para acreditar em um caso de retenção pela força", declarou a porta-voz do ministério russo das Relações Exteriores, Maria Zajárova, em coletiva de imprensa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade