Publicidade

Correio Braziliense

Meninos e treinador resgatados de caverna na Tailândia recebem alta

Eles concedem entrevista à imprensa e depois devem ir para suas casas. Jovens e treinador ficaram presos por 18 dias em caverna na Tailândia


postado em 18/07/2018 06:40 / atualizado em 18/07/2018 08:31

Após alta, meninos e treinador devem ficar sem contato com a imprensa(foto: Handout/AFP)
Após alta, meninos e treinador devem ficar sem contato com a imprensa (foto: Handout/AFP)

Com alta antecipada em um dia, os doze 'javalis selvagens' e o técnico de futebol do time devem finalmente voltar para as famílias deles. Após 18 dias de pânico, presos na caverna Tham Luang, ao Norte da Tailândia, e uma semana de internação, o grupo concede hoje uma entrevista coletiva à imprensa e depois devem seguir para suas casas, segundo o porta-voz do governo tailandês, Sunsern Kaewkumnerd. As arriscada operação de resgate cativou o planeta e terminou em 10 de julho.

A entrevista coletiva foi aceita devido ao enorme interesse internacional na história dos meninos e do treinador e deve ser monitorada por especialistas e o departamento de relações públicas da província de Chiang Rai. "Os meios de comunicação têm muitas perguntas e depois (os meninos) poderão voltar para sua vida normal, sem o assédio dos jornalistas", explicou Kaewkumnerd.

Ver galeria . 12 Fotos Ye Aung Thu/AFP
(foto: Ye Aung Thu/AFP )


Perguntas dos profissionais de mídia tiveram que ser enviadas com antecedência ao departamento de relações públicas da província de Chiang Rai para que psiquiatras avaliassem se poderiam ser feitas ou não aos meninos. O programa, chamado "Enviando os Javalis Selvagens para Casa", será transmitido pelas principais redes de televisão durante cerca de 45 minutos.

As equipes médicas que cuidaram dos javalis enviaram recomendações às famílias para que todos evitem falar com jornalistas durante ao menos um mês após o retorno para casa.

Ver galeria . 18 Fotos Lillian Suwanrumpha/AFP
(foto: Lillian Suwanrumpha/AFP )

Relembre o resgate na caverna

Foram três dias intensos de resgate até que o último integrante dos Javalis Selvagens, o técnico, fosse retirado da caverna Tham Luang. O grupo ficou perdido por 9 dias até serem reencontrados por dois mergulhadores britânicos, que ficaram encarregados de enviar ao mundo as primeiras imagens do grupo são e salvo em uma galeria que já começava a ficar inundada.

Foram 18 dias de agonia que os jovens passaram até que pudessem sair da caverna. Eles ficaram em regime de quarentena no hospital e alguns tiveram problemas respiratórios, necessitando uso de antibióticos. Hoje, todos estão recuperados.

O resgate teve vários obstáculos, principalmente por conta das inundações causadas pelas chuvas no período de monções na Tailândia. O percurso envolvia muitos trechos acidentados e com pontos de mergulho em águas lamacentas, com visibilidade nula. Os mergulhadores se guiavam apenas pela experiência, lanternas e por cordas que foram fixadas no trajeto. Alguns meninos precisaram ser sedados para fazer o caminho e a maioria não sabia nadar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade