Publicidade

Correio Braziliense

Stormy Daniels e seu marido se divorciam

A estrela de filmes adultos esteve envolvida em polêmica com Donald Trump


postado em 23/07/2018 18:21 / atualizado em 23/07/2018 18:40

Daniels era casada com Glendon Crain desde 2010(foto: Ethan Miller / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
Daniels era casada com Glendon Crain desde 2010 (foto: Ethan Miller / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)

 Washington, Estados Unidos - A estrela de filmes pornô Stormy Daniels, que trava uma guerra judicial com o presidente americano, Donald Trump, por causa de uma relação que ela afirma ter vivido com ele há mais de uma década, vai se divorciar do marido, anunciou seu advogado nesta segunda-feira (23/7).

"Minha cliente, Stormy Daniels, e seu marido, Glen, decidiram pôr fim ao seu casamento", tuitou Michael Avenatti.

"Na semana passada foi apresentado um pedido de divórcio, cuja veracidade está sendo firmemente questionada", acrescentou.

Daniels, de 39 anos, e cujo nome de registro é Stephanie Clifford, casou-se em 2010 com Glendon Crain, de 41 anos.

Crain é músico de heavy metal e também ator de filmes pornográficos. Ele se apresenta nestes filmes com o nome de Brendon Miller, segundo o site de informação sobre cinema imdb.com. 

Daniels, que foi casada outras duas vezes, deu à luz uma menina em 2011.

"A filha de Stormy continua sendo sua prioridade número um", disse Avenatti. "Ela amavelmente pede privacidade pelo bem de sua família". 

Segundo o site especializado em celebridades TMZ, Crain apresentou o pedido de divórcio na semana passada e solicitou também ao juiz proteção para sua filha, a quem pretende que Daniels não possa sequer ver.

A atriz enfrenta uma batalha judicial contra Trump nos tribunais para conseguir a anulação de um acordo de confidencialidade assinado há quase dois anos, pelo qual a atriz recebeu 130.000 dólares em troca de seu silêncio sobre um relacionamento que ela diz ter tido com Trump em 2006, quando ele já era casado com a atual esposa, Melania.

O acordo foi assinado pouco antes da eleição de Trump à Presidência em 2016. A estrela pornô diz que o mesmo não é válido porque não foi assinado pelo presidente.

Trump nega ter tido uma relação com Daniels, mas seu advogado pessoal, Michael Cohen disse ter pago do próprio bolso os 130.000 dólares para a atriz. O mandatário, que a princípio disse não saber nada sobre o pagamento, admitiu ter reembolsado Cohen.

Em março, Daniels contou ao programa da CBS "60 Minutes" que manteve relações sexuais sem proteção com Trump uma vez e que um homem a ameaçou em um estacionamento em Las Vegas quando ela tentou vender sua história cinco anos depois.

Daniels foi detida em um clube de striptease de Ohio este mês por supostamente tocar de forma inadequada nos clientes, mas as acusações foram retiradas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade