Publicidade

Correio Braziliense

Wikipedia é bloqueada na China em todos os idiomas

O Partido Comunista reforça o controle da internet como o 30º aniversário da repressão sangrenta de manifestações em favor da democracia na Praça da Paz Celestial


postado em 15/05/2019 15:32

(foto: Reprodução )
(foto: Reprodução )
A enciclopédia digital Wikipedia, que já estava bloqueada em mandarim, está agora inacessível na China continental em todas os idiomas, com a aproximação de datas sensíveis como o 30º aniversário da repressão da Praça da Paz Celestial.

Nesta quarta-feira, as versões em francês, inglês e alemão não podiam ser consultadas em Pequim, constatou a AFP.

Assim, a Wikipedia junta-se ao Google, a várias redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram, YouTube) e numerosos veículos estrangeiros bloqueados pela "grande muralha informática" levantada pelos censores do regime.

De acordo com a associação especializada em detecção de censura do Open Observatory of Network Interference (OONI, Observatório Aberto de Interferências na Rede), a China começou em abril a impedir o acesso à Wikipédia em diferentes idiomas.

Antes, podia ser consultada na maioria das edições, exceto em mandarim, desde 2015, de acordo com o OONI.

"O que realmente conta é o conteúdo em chinês", disse um co-fundador do site Greatfire.org, que acompanha a censura chinesa na internet.

"Impedir o acesso à Wikipédia em todos os idiomas é simbólico", estimou, vendo nesta decisão uma prova de que "as autoridades têm medo da verdade". 

O Partido Comunista reforça o controle da internet como o 30º aniversário da repressão sangrenta de manifestações em favor da democracia na Praça da Paz Celestial, em Pequim, em 1989.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade