Publicidade

Correio Braziliense

Polícia britânica anuncia duas novas prisões por caso de mortos em caminhão

O motorista, um norte-irlandês de 25 anos, foi imediatamente preso e permanece sob custódia por assassinato


postado em 25/10/2019 10:16

A polícia britânica anunciou duas novas prisões(foto: Ben Stansall / AFP)
A polícia britânica anunciou duas novas prisões (foto: Ben Stansall / AFP)
A polícia britânica anunciou nesta sexta-feira (25/10) duas novas prisões após a descoberta, perto de Londres, de 39 chineses mortos em um caminhão, cujo motorista já havia sido preso.

Um homem e uma mulher de 38 anos, moradores da cidade de Warrington, no norte da Inglaterra, foram presos e são suspeitos de tráfico de seres humanos e de 39 homicídios, informou a polícia em comunicado. 

Os 39 corpos foram descobertos na noite de terça para quarta-feira em um caminhão na zona industrial de Grays, Essex, cerca de 30 quilômetros a leste de Londres.

O contêiner onde estavam chegara pouco antes, após uma viagem de cerca de nove horas do porto belga de Zeebrugge a Purfleet, no rio Tâmisa, onde o caminhão se encarregara dele.


Os corpos começaram a ser transferidos para um hospital. O início da necropsia está programado para esta sexta, completou a polícia, alertando que "a identificação formal (das vítimas) será longa e crucial para a investigação".

Essas mortes provocaram horror e indignação, além de vários apelos para fortalecer a luta contra os canais de imigração ilegal, com métodos cada vez mais arriscados diante do reforço dos controles.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade