Publicidade

Correio Braziliense

Carlos Bolsonaro amanhece com contas nas redes sociais desativadas

Filho mais atuante do presidente Jair Bolsonaro nas redes está com os perfis pessoais no Twitter, Facebook e Instagram fora do ar


postado em 12/11/2019 09:43 / atualizado em 12/11/2019 11:10

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)
Coordenador extraoficial do Twitter do presidente Jair Bolsonaro, o filho do chefe do Executivo, Carlos Bolsonaro, que exerceu importante papel na função também durante as eleições de 2018, suspendeu as tuitadas, bem como os perfis do Facebook e do Instagram.  Um dos Bolsonaro mais ativos nas redes sociais, Carlos Bolsonaro teria se afastado, segundo o colunista Lauro Jardim, do O Globo, por estar “irritado com muita coisa que está acontecendo”.

 

A reportagem ligou no gabinete do vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Um homem atendeu informando que se tratava do gabinete. Questionado sobre se havia algum assessor de imprensa para comentar o caso, ou se emitiriam nota, ele disse que ninguém daria declarações. O atendente também se negou a passar qualquer contato de profissional de comunicação que pudesse responder pelo filho do presidente.

 

Cabe lembrar que o 02, como é chamado eventualmente pelo presidente, apagou as redes justamente durante o andamento das investigações da Comissão Mista Parlamentar de Inquérito (CPMI) das Fake News e que, se os perfis ficarem mesmo fechados por um mês, serão reabertos às vésperas do recesso legislativo do Congresso, quando os trabalhos do grupo serão suspensos.

 

O desligamento das redes é comentado, principalmente, no Twitter. Carlos Bolsonaro, porém, também usa as redes do pai. Inclusive, já pediu desculpas por postagens ofensivas. Como em 17 de outubro, publicou no perfil do presidente: "Aos que questionam, sempre deixamos clara nossa posição favorável em relação à prisão em segunda instância. Proposta de Emenda à Constituição que encontra-se no Congresso Nacional sob a relatoria da Deputada Federal Caroline De Toni".

 

Posteriormente, a mensagem foi apagada e ele postou um pedido de desculpas no próprio perfil. “Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos! A intenção jamais foi atacar ninguém! Apenas expor o que acontece na Casa Legislativa!”, disse. 

 

A saída do vereador das redes sociais colocou Carluxo, apelido dado ao 02 pelos internautas, entre os termos mais comentantos no Twitter. Muitos especulam os motivos que o levaram a deixar as redes sociais. Veja:

 

 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade