Publicidade

Correio Braziliense

Moro sobre fuga do PCC: ''Se voltarem, ganham passagem para prisão''

Os presos integrantes da facção estavam na penitenciária de Pedro Juan Caballero, cidade do Paraguai fronteiriça com o Brasil


postado em 19/01/2020 15:52 / atualizado em 19/01/2020 15:53

(foto: Sérgio Lima/AFP)
(foto: Sérgio Lima/AFP)
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, reagiu à fuga de 75 integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) de um presídio no Paraguai. "Se voltarem ao Brasil, ganham passagem só de ida para presídio federal", escreveu Moro, que garantiu estar trabalhando com as forças estaduais para impedir a entrada dos criminosos no Brasil.

 

Ainda de acordo com Moro, o ministério está à disposição para "para ajudar o Paraguai na recaptura desses criminosos. O Paraguai tem sido um grande parceiro na luta contra o crime".

 

A fuga ocorreu na penitenciária de Pedro Juan Caballero, cidade do Paraguai fronteiriça com o Brasil, perto de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul). Horas depois, a polícia do município brasileiro encontrou três veículos queimados na BR-463. 

 

O Ministério da Justiça paraguaio ainda não divulgou a lista dos fugitivos. Já o ministro do Interior, Euclides Acevedo, afirmou que as autoridades consideram a hipótese de que parte dos presos fugiram pelos portões principais, com o apoio de agentes penitenciários, além do buraco cavado.  

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade