Publicidade

Correio Braziliense

Mulher de Moro posta foto de apoio a Mandetta e apaga logo depois

Após crítica de Bolsonaro,o ministro da Saúde ganhou apoio de mulher de Moro e nas redes


postado em 03/04/2020 09:00

(foto: Reprodução/Instagram)
(foto: Reprodução/Instagram)
A advogada Rosângela Wolff Moro, mulher do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, manifestou, na noite desta quinta-feira (2/4), apoio ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nas redes sociais. Em paralelo, uma campanha em defesa do titular da Saúde subiu ao topo das menções no Twitter com a hashtag #somostodosMandetta, apoiada por diversos políticos.

 

A advogada rendeu a homenagem a Mandetta minutos depois de o presidente Jair Bolsonaro dizer que o ministro "extrapolou" e precisa de "humildade" e que não o demitiu porque está no "meio de uma guerra".

 

Rosângela Moro adaptou uma frase que já vinha sendo usada pela militância lavajatista em defesa de Moro: "In Mandetta I trust ("Em Mandetta eu confio", em inglês)", escreveu ela. Os apoiadores da Operação Lava-Jato, que tinha à frente das ações penais o ex-juiz Sérgio Moro, adaptaram a frase "In God we trust" ao ministro. A estampa "In Moro we trust" ganhou cartazes e camisetas em manifestações pelo país.

 

A advogada postou uma foto de Mandetta em seu perfil no Instagram e escreveu: "Entre a ciência e achismos, eu fico com a ciência. Se você chega doente em um médico, se tem uma doença rara, você não quer ouvir um técnico? Mandetta tem sido o médico de todos nós e minhas saudações são para ele". A publicação foi apagada logo depois.

 

O presidente também anda insatisfeito com a postura de Moro durante a pandemia e já reclamou do ministro da Justiça a interlocutores. Moro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, os mais populares do governo, endossaram as medidas de isolamento social que o presidente deseja reverter, contrariamente ao que prega o Ministério da Saúde.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade