Politica

Imprensa é barrada em visita de Bolsonaro a obra de hospital de campanha

Evento foi marcado pela Presidência da República. Secom justifica que se trata de agenda privada. É o primeiro hospital de campanha da União para enfrentamento ao novo coronavírus

Sarah Teófilo
postado em 11/04/2020 11:05
Hospital de campanha é o primeiro do governo federal para o enfrentamento da pandemia de coronavírusA imprensa não foi autorizada a entrar no evento de visita do presidente Jair Bolsonaro à obra do primeiro hospital de campanha da União que está sendo construído no município de Águas Lindas (GO), Entorno do Distrito Federal (DF). Foi autorizada apenas a entrada de jornalistas de órgãos oficiais.

A Secretaria de Comunicação da Presidência justifica que o evento se trata de uma agenda privada. A assessoria de imprensa do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), afirma que a visita foi marcada pelo presidente e que Caiado foi convidado a comparecer. O democrata chegou ao local por volta das 11h.
[FOTO1575394]

O prefeito da cidade, Hildo do Candango, afirma que o convite foi feito pela presidência na última quinta-feira (9/4), mas que o evento já havia sido marcado na quarta-feira (8/4). Outras autoridades, como secretários do município, estão presentes. O ministro da Saúde, Henrique Mandetta, também confirmou presença.

O hospital está sendo construído para reforçar o combate ao novo coronavírus, e irá receber apenas pacientes com a Covid-19. Mandetta disse que o local foi escolhido a pedido do governador Ronaldo Caiado.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação