Publicidade

Correio Braziliense

Mandetta cai e Nelson Teich assumirá o Ministério da Saúde

Mandetta foi chamado ao Palácio do Planalto para ser reunir com o presidente Jair Bolsonaro


postado em 16/04/2020 15:59 / atualizado em 16/04/2020 16:36

(foto: AAgência Brasil)
(foto: AAgência Brasil)
O presidente Jair Bolsonaro demitiu o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que foi chamado ao Palácio do Planalto, na tarde desta quinta-feira (16/4), para ser informado da troca na pasta, apurou o Correio. Pouco depois, Mandetta confirmou a demissão pelo Twitter. 



 

Mandetta marcou uma entrevista para logo mais à tarde. Mais cedo, Mandetta, em live com profissionais da saúde, afirmou que sairia até sexta-feira.  

A demissão do ministro ocorre após semanas de embates com o presidente. Enquanto Bolsonaro defende maior abertura do comércio e circulação de pessoas, Mandetta acredita no isolamento social e nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para combater a pandemia de coronavírus.

 

Nelson Teich será o substituto

No lugar de Mandetta, Bolsonaro vai colocar o médico Nelson Teich. O presidente Jair Bolsonaro se reuniu de manhã com o oncologista. Em artigo publicado no começo deste mês, Teich defende que as pessoas fiquem em casa, com exceção de quem presta os serviços essenciais. 

 

 

"A opção pelo isolamento horizontal, onde toda a população que não executa atividades essenciais precisa seguir medidas de distanciamento social, é a melhor estratégia no momento", escreveu ele no artigo.

Em um trecho do artigo, o oncologista afirma que o isolamento voltado apenas para grupos considerados de risco é frágil. Esse é o modelo sugerido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade