Politica

Covid: Após almoço sem máscara com Bolsonaro, embaixador dos EUA fará teste

O embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, recebeu o presidente brasileiro e ministros para um almoço no último sábado

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 07/07/2020 00:04
 (foto: Isac Nóbrega/PR)
(foto: Isac Nóbrega/PR)
Bolsonaro e Chapman durante evento no último sábado: sem máscarasA informação de que o presidente Jair Bolsonaro apresentou sintomas de covid-19 nesta segunda-feira (6/7) fez com que o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, também marcasse exames para detectar a doença. No último sábado, o diplomata recebeu o presidente brasileiro e ministros para um almoço em celebração ao Dia da Independência dos EUA. Na ocasião, os presentes não usaram máscaras, como mostram fotos do evento.

Em nota, a embaixada informou que Chapman não apresenta sintomas de covid-19, mas que, mesmo assim, fará os testes e seguirá os protocolos de rastreamento sugeridos pelo Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) de seu país.

"O embaixador Chapman teve um almoço privado, no dia 4 de julho, com o presidente Bolsonaro, cinco ministros e o deputado Eduardo Bolsonaro. O embaixador não apresenta nenhum sintoma, mas está tomando as devidas precauções e fará os testes apropriados, seguindo os protocolos de rastreamento do CDC", informa a nota da embaixada.

O comunicado ainda ressalta que os dois governos mantêm uma comunicação contínua, inclusive sobre a possível contaminação de Bolsonaro. "Desejamos as melhoras para o presidente Bolsonaro", finaliza o texto.


Bolsonaro fez teste no HFA

[SAIBAMAIS]O presidente apresentou febre e foi levado para exames no Hospital das Forças Armadas no fim da tarde. Ao retornar ao Palácio da Alavorada, disse a apoiadores que tinha ido ao hospital por suspeita de covid-19.

Ele disse ainda que fez exames nos pulmões e que os órgãos estão sem problema. Ele também contou que já está tomando hidroxicloroquina.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação