Temporal

Chuva faz prefeitura do Rio acionar sirenes em nove favelas

Segundo o Centro de Operações Rio (COR), neste sábado, até as 17h já havia chovido 73 mm no Jardim Botânico, o que corresponde à metade da média mensal de janeiro

Agência Estado
postado em 02/01/2021 19:13
 (crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
(crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
A chuva que atingiu o município do Rio de Janeiro neste sábado (2/1) causou alagamentos e interdições em ruas da cidade, mas até as 18h não havia registro de deslizamentos nem de pessoas feridas ou mortas.
A partir das 11h03, a prefeitura acionou 21 sirenes para alertar moradores de nove favelas sobre o risco de deslizamentos e a necessidade de procurar lugares seguros para se proteger. Os alertas foram emitidos nas comunidades da Rocinha, da Chácara do Céu, do Barão, Juramento, Morro do Céu, dos Pretos Forros, do Parque Silva Vale, da Rua Brício de Moraes e Ouro Preto
Por volta das 12h30, os bombeiros precisaram usar um bote para resgatar uma mulher e o cachorro dela, em uma rua alagada no Campinho, na zona norte da capital fluminense.
Por conta da chuva, às 10h45 o Rio ingressou em estágio de atenção. Esse é o terceiro nível, em uma escala de cinco, e significa que uma ou mais ocorrências impactam o município e afetam a população. O estágio foi alcançado devido ao registro de chuva acima de 5 mm no intervalo de 15 minutos em três bairros: Grota Funda, na zona oeste, onde chegou a 16,8 mm; no Jardim Botânico, na zona sul, onde por volta das 10h choveu 15,6 mm; e Sepetiba, na zona oeste, onde choveu 9,4 mm.
Segundo o Centro de Operações Rio (COR), neste sábado, até as 17h já havia chovido 73 mm no Jardim Botânico, o que corresponde à metade da média mensal para esse bairro em janeiro. Em Piedade (zona norte), choveu 91 mm entre 8h e 13h, o que representa 53% da média de chuva para o mês. Na Rocinha (zona sul) choveu 70,8 mm no mesmo horário, o que equivale a 42% da média prevista até fevereiro.
A chuva no município do Rio deve continuar até a próxima segunda-feira, 4, segundo o sistema Alerta Rio, mantido pela prefeitura da capital.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE