Paraná

Transexual é morta a tiros por motorista, que foge do local, em Londrina

Momento foi filmado por câmaras de segurança; suspeito morreu em confronto com a polícia

Correio Braziliense
postado em 02/07/2021 10:10 / atualizado em 02/07/2021 10:11
 (crédito: PM/ Reprodução )
(crédito: PM/ Reprodução )

Uma transexual de 26 anos foi morta a tiros em Londrina, Paraná, na noite de quarta-feira (30/6). O suspeito morreu em uma troca de tiros com a polícia após fugir do local.

As câmeras de segurança da rua registraram o momento em que o homem chega em uma caminhonete. Ele chama a vítima, que está do outro lado da rua e, quando ela se aproxima, atira, fugindo na sequência. A mulher chega a correr para pedir ajuda.

A Polícia Militar tentou deter o veículo, mas ele só parou quando perdeu o controle e bateu o carro. O suspeito então sacou uma arma e atirou contra a polícia, que revidou. O suspeito morreu no local. A Polícia Civil investiga o caso.

Recife 

O caso aconteceu uma semana após uma transexual ser queimada viva no Recife, em Pernambuco. A vítima teve 40% do corpo queimado e precisou de duas amputações. Ela teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta quinta-feira (1/7) e permanece internada na enfermaria. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE