Homicídio em família

Jovem mata pai e diz que estava cansado de violência em casa

Adolescente disse aos policiais que seu pai era usuário de drogas e também bebia muito, se tornando uma pessoa agressiva

Vinícios Lemos - Estado de Minas
postado em 14/09/2021 17:10
 (crédito: Prefeitura de João Pinheiro/Divulgação)
(crédito: Prefeitura de João Pinheiro/Divulgação)

Um adolescente de 16 anos foi detido pela Polícia Militar por matar o próprio pai, na cidade de João Pinheiro, Noroeste de Minas Gerais. Ele confessou o assassinato e disse que estava cansado da violência do pai, que o teria ameaçado e batia na ex-mulher.

O corpo do homem de 47 anos foi encontrado pelo irmão dele, amarrado pelo pescoço em uma árvore próximo ao projeto de assentamento Fruta D'Anta, na zona rural de João Pinheiro. Segundo informações repassadas à Polícia Militar, o irmão da vítima tentava apagar uma queimada quando viu o cadáver.

De início ele pensou que o homem tinha se matado, mas percebeu que o corpo estava com mais marcas de violênca, que não condiziam com um suicídio. Por isso a PM começou a fazer levantamentos pela região até serem surpreendidos pelo filho da vítima, que procurou a polícia e assumiu a morte do pai.

O adolescente contou que, há cerca de de uma semana, sua mãe saiu de casa, voltando a morar com a avó dele. O póprio jovem também deixou a residência e passou a morar com um tio.

Segundo o relato, a família foi desfeita pela conduta do pai. Ele seria usuário de drogas e também teria problemas com bebiba alcoólica. Por causa disso se tornava uma pessoa agressiva e, por vezes, agredia a mulher. O jovem ainda disse que se sentia incapacitado de reagir para proteger a mãe, além de também ser foi agredido pelo homem.



O crime


De acordo com o suspeito, o assassinato aconteceu depois de seu pai o procurar e dizer que ele seria o culpado do fim do cassamento. Além de parecer estar bêbado, o pai teria com um facão em maõs, o qual foi usado para fazer ameaças contra o jovem.

Depois de algum tempo, o adolescente foi até sua antiga casa, em um carro VW GOL preto, para buscar algumas roupas. Ao retornar, viu seu pai saindo do pasto e o atropelou. A vítima caiu inconsciente com a pancada. O adolescente, então, o arrastou e amarrou o homem na árvore em que foi encontrado posteriormente.

O adolescente foi apreendido em flagrante delito pelo homicídio, sendo acompanhado pelo tio, que presenciou a versão apresentada pelo menor infrator. O veículo usado no atropelamento foi apreendido e removido após a realização da perícia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE