BAIXADA FLUMINENSE

Mulher morre ao ser arremessada do ônibus em Belford Roxo, no Rio

A diarista Maria do Rosário morreu ao ser arremessada do ônibus durante uma curva pela porta que estava aberta

Correio Braziliense
postado em 05/10/2021 15:59 / atualizado em 05/10/2021 16:11
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

A diarista Maria do Rosário Ferreira da Cruz, de 43 anos, morreu na última sexta-feira (1º/10), ao ser arremessada de um ônibus que estava com a porta aberta em Belford Roxo, município do Rio de Janeiro.

Maria do Rosário pegou o ônibus 418 (Parque Suécia-Duque de Caxias) para ir ao trabalho na Tijuca, Zona Norte do Rio. Em uma curva, a mulher foi arremessada em uma curva, logo no início de um trajeto, pela porta dianteira do ônibus.

Ao cair, Maria bateu a cabeça no meio fio e teve um traumatismo craniano. A diarista foi levada ao Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, mas não resistiu e morreu no mesmo dia.

Segundo testemunhas Maria do Rosário tinha acabado de entrar no ônibus e estava perto da porta, que estava aberta mesmo com o veículo em movimento.

Segundo Genilson de Oliveira, de 42 anos, marido de Maria do Rosário, a empresa Transportes Santo Antônia não entrou em contato com a família e não prestou nenhuma assistência.

No velório, os familiares pediram justiça. Maria do Rosário deixa um filho de 13 anos.

O caso foi registrado na 54ª DP de Belford Roxo.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE