Região Central

Adolescente morre atropelado depois de agredir motorista de ônibus

Três adolescentes agrediram o motorista dentro de um ônibus urbano. Na fuga, um deles caiu da escada do ônibus e foi parar debaixo da roda, sendo atropelado

Tim Filho - Especial para o Estado de Minas
postado em 08/10/2021 15:07 / atualizado em 08/10/2021 15:07
As agressões ao motorista aconteceram nesta avenida, em João Monlevade -  (crédito:  Google Street View)
As agressões ao motorista aconteceram nesta avenida, em João Monlevade - (crédito: Google Street View)

Três adolescentes de 14 anos de idade, entraram em um ônibus coletivo na noite de quinta-feira (07/10), na Avenida Amazonas, Bairro Satélite, em João Monlevade, e partiram pra cima do motorista, armados com faca e porretes. A cena de violência, acabou se transformando em tragédia, depois que um dos garotos caiu do veículo e acabou atropelado.

Ao ser abordado pelo trio, o motorista gritou muito por socorro Os gritos chamaram a atenção das pessoas que estavam na avenida. Assustados, os garotos saíram rapidamente do ônibus, mas um deles escorregou no degrau da porta e caiu debaixo do veículo.

O motorista, que estava em pânico após sofrer as agressões, arrancou com o ônibus e acabou atropelando o garoto que havia caído debaixo de uma das rodas.

Ferido, o motorista seguiu para a sede da 17ª CIA PM IND. Na unidade, ele afirmou que havia sido vítima de um homicídio tentado, e que, possivelmente isso teria acontecido a mando de sua ex-mulher.

O motorista contou que estava conduzindo o ônibus quando, nas proximidades do ponto final, no Bairro Satélite, um garoto deu sinal de parada e entrou no veículo armado com uma faca.

Ao ser ameaçado pelo garoto armado com a faca, o motorista disse a ele poderia levar todo o dinheiro que estava no caixa. Mas enquanto o garoto tentava recolher o dinheiro, outros dois entraram no ônibus e começaram a agredir o motorista com porretes, segundo o relatou dele aos policiais.

Depois do relato do motorista, uma viatura policial seguiu para o local e encontrou o garoto, que havia sido atropelado. Com vários ferimentos pelo corpo, ele contou aos policiais que ele e seus colegas, de fato, tentaram contra a vida do motorista.

O rapaz chegou a falar o suposto nome completos dos colegas. Depois, foi levado para o hospital, onde morreu logo que começou a receber atendimento médico.

O motorista também foi levado ao hospital e a equipe médica constatou lesões na cabeça e fraturas nos braços. Os outros dois adolescentes foram localizados e apreendidos pela PM.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE