POR POUCO

Homem de 60 anos desmaia dentro de cisterna de 12 metros

O homem trabalhava no fundo de uma cisterna, de aproximadamente 12 metros, passou mal e corria o risco de se afogar. O caso ocorreu em um rancho de Uberaba

Renato Manfrim - Especial para o Estado de Minas
postado em 04/11/2021 13:31
 (crédito: 8º BBM/Divulgação)
(crédito: 8º BBM/Divulgação)

Por motivos ainda desconhecidos, homem de 60 anos, que trabalhava no fundo de uma cisterna de aproximadamente 12 metros, localizada em um rancho de Uberaba, no Triângulo Mineiro, desmaiou no início da manhã de hoje (3/11) e, por pouco, não se afogou.

Segundo o 1° tenente do 8º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), Eduardo Soares de Oliveira, mesmo contendo pouca água no local, a vítima ficou por alguns minutos sob risco de afogamento.

A equipe de salvamento do 8º BBM foi acionada por colegas da vítima por volta das 8h. Quando os bombeiros chegaram ao local, o homem estava no fundo da cisterna, deitado e inconsciente.

Ainda segundo informações do militar, quando ele e sua equipe chegaram, a cabeça da vítima se encontrava bem próxima da lâmina d’água. “Ela não respondia ao nosso chamado. Então, a gente desceu pela cisterna e, primeiro, tirou esse risco de afogamento da vítima”, conta.

Além do tenente do 8º BBM, outros dois militares da corporação precisaram descer a cisterna para o sucesso do resgate da vítima, que durou cerca de 40 minutos.

“Durante o atendimento, o trabalhador ficou consciente. Contudo, bastante confuso e desorientado, sem saber o que estava acontecendo.

Em seguida, ele foi atendido por médico do Samu, sendo que foi estabilizado e passa bem”, finalizou o bombeiro.

O trabalhador foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque do Mirante.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE