Júri popular

Julgamento de filhos da ex-deputada Flordelis começa nesta terça-feira

Flávio Rodrigues e Lucas Cézar de Souza são acusados de terem matado o pastor Anderson, marido de Flordelis

Thays Martins
postado em 23/11/2021 09:21
 (crédito: Gilmar Felix/Camara dos Deputados)
(crédito: Gilmar Felix/Camara dos Deputados)

Dois filhos da ex-deputada federal Flordelis irão a júri popular a partir desta terça-feira (23/11). Flávio Rodrigues e Lucas Cézar de Souza são acusados do homicídio do pastor Anderson do Carmo, que era marido de Flordelis, em 2019. O julgamento ocorre no Tribunal do Júri de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. 

De acordo com o Ministério Público, Flávio, que é filho biológico de Flordelis, teria sido autor dos tiros que mataram o pastor. Ele é acusado de homicídio triplamente qualificado e de porte de arma de fogo de uso restrito. Flávio chegou a confessar que teria atirado em Anderson no início da investigação, mas depois mudou de versão e negou envolvimento no crime. 

Já o filho adotivo de Flordelis, Lucas César, é acusado de ter adquirido a arma e de participação na morte de Anderson. Lucas admitiu que comprou a arma, mas nega que sabia que o artefato seria usado para cometer o crime. 

A previsão é que 17 testemunhas sejam ouvidas, entre elas estão outros quatro filhos da ex-deputada: Daniel dos Santos de Souza, Roberta dos Santos, Wagner Andrade Pimenta, o Misael, e Alexander Felipe Matos Mendes, o Luan. Eles acusaram a mãe de envolvimento na morte do pastor.

Flordelis  está presa desde agosto, quando teve o mandato cassado na Câmara dos Deputados. Ela é acusada de ser a mandante do assassinato. A ex-parlamentar também será submetida a júri popular, assim como outros sete acusados de envolvimento no crime. 

O pastor Anderson foi morto com 30 tiros na porta de casa em Pendotiba, em Niterói. Na época, Flordelis disse que tinha sido um assalto.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE