PANDEMIA

Salvador cancela festa pública no réveillon; carnaval está ameaçado

Prefeito Bruno Reis anunciou a decisão na manhã desta segunda-feira (29/11). Em relação, ao carnaval, análise será feita em parceria com o governo estadual, levando em conta o cenário atual da covid-19

Correio Braziliense
postado em 29/11/2021 10:56 / atualizado em 29/11/2021 11:03
Reis:
Reis: "Chegamos ao limite da decisão para o réveillon e nós acreditamos que, diante de tudo o que estamos vendo, não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui" - (crédito: Divulgação/Prefeitura de Salvador)

Sob a sombra da variante ômicron, que derrubou o mercado financeiro na sexta-feira (26/11) e provocou o fechamento da fronteira para passageiros oriundos do continente africado, o prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou, nesta segunda (29/11), o cancelamento do Festival Virada, para celebrar o réveillon de 2022. Em relação ao carnaval, o prefeito disse que ainda não há decisão tomada, e que será divulgada junto com o governo estadual.

De acordo com o prefeito, mesmo com o avanço da vacinação, o cenário de incertezas provocado neste momento pela covid-19 levou à conclusão de que não há como realizar o Festival da Virada este ano, um evento para mais de 250 mil pessoas por dia, com segurança sanitária aos cidadãos. "Sempre disse que íamos avaliar o que está acontecendo no Brasil e no mundo, como a pandemia está se comportando em lugares com índices diferentes de vacinação. No entanto, chegamos ao limite da decisão para o réveillon e nós acreditamos que, diante de tudo o que estamos vendo, não é o momento de colocar em risco tudo o que construímos até aqui, sempre colocando a vida das pessoas em primeiro lugar", afirmou Bruno Reis.

" Fizemos um esforço grande para que Salvador chegasse aqui servindo de referência até mesmo para outras cidades, com uma série de medidas que foram copiadas Brasil afora, tanto de isolamento social, de flexibilização e de estratégia para avançar na vacinação”, salientou o prefeito.

Segundo Bruno Reis, Salvador apresenta hoje 91% de pessoas vacinadas acima de 12 anos com a primeira dose e 81% com a segunda dose acima de 18 anos. Neste momento, a capital baiana está imunizando, inclusive, pessoas de outras cidades, e com a terceira dose todos acima de 18 anos.

Sobre o carnaval, o prefeito declarou que a decisão ainda será tomada em conjunto com o governo estadual, considerando toda a segurança e cautela e será anunciada assim que possível, considerando o cenário atual da covid-19.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE