Pandemia

Sinovac diz que vai adaptar CoronaVac para ômicron

Presidente da farmacêutica chinesa disse que a vacina tem se mostrado eficaz contra a variante, mas que o laboratório já trabalha com um novo imunizante

Thays Martins
postado em 07/12/2021 12:05
 (crédito: reprodução)
(crédito: reprodução)

A farmacêutica chinesa Sinovac anunciou, nesta terça-feira (7/12), que está desenvolvendo uma nova versão da CoronaVac adaptada para a variante ômicron do coronavírus. 

“Vimos o surgimento de variantes da covid-19 e a ômicron nos preocupa muito. A vacina tem se provado eficaz contra a ômicron e estamos desenvolvendo um novo imunizante com base na variante", afirmou o presidente da farmacêutica, Weidong Yin, durante Simpósio CoronaVac, realizado pelo Instituto Butantan em São Paulo. A expectativa é que a nova vacina fique pronta até fevereiro de 2022.

Weidong Yin também agradeceu pela parceria com o Instituto Butantan. “Esperamos ainda mais colaboração com o Butantan para o desenvolvimento rápido de novas vacinas para as novas variantes, imunossuprimidos ou vacinas de reforço, e temos certeza que com essa parceria seremos capazes de enfrentar a covid 19", disse. 

De acordo com o presidente do Butantan, Dimas Covas, o instituto e a Sinovac estão trabalhando juntos em novas versões da Coronavac. “Vamos anunciar estudos com alcance de variantes”, afirmou.

Na semana passada, o Instituto Butantan começou um estudo para analisar a eficácia da CoronaVac contra a ômicron. Até o momento, o Brasil tem seis casos confirmados de casos da nova variante. Todos tinham sido vacinados e estão assintomáticos ou com sintomas leves.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE