Veja vídeo

Moradores flagram carro de som com mensagens falsas sobre vacinação infantil

Prefeitura de Novo Hamburgo recebeu várias denúncias e conseguiu apreender os veículos; condutores foram indiciados

Camilla Germano
postado em 26/01/2022 20:54 / atualizado em 26/01/2022 20:55
 (crédito: Divulgação/Prefeitura de Novo Hamburgo)
(crédito: Divulgação/Prefeitura de Novo Hamburgo)

Nesta quarta-feira (26/1), moradores de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, flagraram dois carros de som divulgando informações falsas sobre a vacinação de crianças contra a covid-19 pelas ruas da cidade. Segundo a prefeitura da cidade, vários moradores denunciaram a atitude para as autoridades.

Os vídeos foram compartilhados também pelas redes sociais. Em um determinado momento, a mensagem diz: "Nós todos temos o dever de saber que não é obrigatória a vacina experimental em nossos filhos", diz um trecho da mensagem. Nos vídeos é possível ouvir também que o áudio diz que a ida das crianças às escolas não pode ser impedida caso elas não sejam vacinadas e afirma que os fabricantes não se responsabilizam pelos efeitos do imunizante.

Veja vídeo: 

No final da tarde, a Guarda Municipal de Novo Hamburgo conseguiu apreender os veículos e os conduziu até a Delegacia de Polícia, onde foi feita ocorrência e os veículos encaminhados para depósito do Detran. Eram dois carros divulgando as mensagens, uma Fiorino e um Uno.

Em nota a Prefeitura disse que os condutores foram responsabilizados por Infração de Medida Sanitária Preventiva, com base no artigo 268 do Código Penal.

Ainda no texto, o prefeito em exercício Márcio Lüders, falou sobre a vacinação na cidade e inclusive citou a imunização da filha de 11 anos. “Não se justifica mensagens antivacina e contra a ciência. Isso é uma atitude contra o Brasil”, disse.

Para o secretário municipal de Saúde, Naasom Luciano, a eficácia da vacina está sendo comprovada com a queda no número de mortos e de internações. “Contra a ciência não há argumentos [...] As vacinas já se mostraram seguras. Quem ama protege e vacina”, destacou.

A Prefeitura revelou ainda que está apresentando uma notícia-crime sobre o caso dos veículos para o Ministério Público.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE