Mulher perigosa

Médica que mandou cortar o pênis de ex é investigada por torturar novo marido

A mulher gostava de compartilhar vídeos nas redes sociais onde ela aparece humilhando o marido

Correio Braziliense
postado em 03/02/2022 18:51 / atualizado em 03/02/2022 18:52
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

Uma mulher de São Paulo parece ser um verdadeiro perigo para os companheiros. Após ser condenada em 2002 por mandar cortarem o pênis do ex-noivo, a médica Myriam Priscila de Rezende Castro está sendo investigada por agredir e torturar o atual marido. O caso ocorreu na cidade paulista de Tremembé.

Segundo informações do portal g1, a Polícia Civil recebeu denúncias sobre um possível crime contra o marido dela. Pelas redes sociais, Myriam compartilhava com frequência vídeos humilhando o homem e o agredindo, em vários momentos ele aparenta estar sob efeito de remédios.

Na última quarta-feira (2/2) foi feita uma busca na residência da suspeita. O marido foi encontrado como as duas crianças, filhas de Myriam, que foram recolhidas pelo conselho tutelar. Os ferimentos das vítimas não foram detalhados. Uma idosa também vivia na residência e foi encontrada pela Polícia.

A casa foi encontrada em péssimo estado, com muitas fezes de animais espalhadas pelo chão. Ao todo foram encontrados 5 cães (filhotes), uma cobra, ratos, um coelho e uma porca, no local. A Polícia encontrou ainda uma ave, um coelho e um cachorro congelados no freezer da residência.

Myriam não foi encontrada no local, mas responderá por lesão corporal, tortura, maus tratos a animais, matar espécies da fauna nativa. Pelo estado da idosa que estava na residência, a médica responderá também por ferir o estatuto do idoso.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE