CATIVEIRO

Mulher escapa de cárcere privado após suspeito 'cair no sono'

Jovem foi sequestrada porque teria dito entre os suspeitos que iria procurar a Polícia para relatar que havia uma caminhonete roubada na sua casa

Renato Manfrim - Especial para o EM
postado em 12/05/2022 09:32
 (crédito: PMMG/Divulgação)
(crédito: PMMG/Divulgação)

Uma jovem de 18 anos conseguiu escapar de cárcere privado na noite desta terça-feira (10/5) após ser mantida refém durante dois dias, em apartamento de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Um dos suspeitos do crime, de 23 anos, foi preso e outros dois, já identificados, estão sendo procurados.

Segundo relato da vítima ao registro da Polícia Militar (PM), ela foi sequestrada após afirmar entre os suspeitos que iria procurar a Polícia para contar que havia uma caminhonete roubada em sua casa.

Ela disse aos militares que conseguiu fugir do cativeiro, localizado em um apartamento no Bairro Conjunto Guanabara, após o indivíduo que fazia a vigília dela dormir. Em seguida, ela chamou a PM.

Então, o suspeito, que ‘caiu no sono’, foi preso em flagrante no momento que abriu a porta do apartamento aos policiais militares. Ele, que já tinha passagens policiais, estava com uma tornozeleira eletrônica, sem bateria.

A PM constatou que o apartamento estava sem energia elétrica e com apenas dois colchões e algumas cordas e peças de roupas no chão.

O suspeito preso confessou aos militares que participou do roubo e que a jovem estaria sendo mantida como refém após ordem dos dois comparsas que estão foragidos.

Questionado de quem seria o imóvel, o suspeito disse que foi alugado por um quarto comparsa para fazê-lo de esconderijo de objetos produtos de crimes.


Momento do sequestro

De acordo com relato da jovem à PM, ela foi sequestrada no último domingo (8/5) quando saiu de sua casa, no Bairro Residencial 2000, depois que ouviu sirenes de uma perseguição policial.

Nesse momento, uma viatura policial estava atrás de duas caminhonetes roubadas, mas acabou se envolvendo em um acidente.

Instantes depois, os suspeitos do roubo abandonaram uma das caminhonetes na casa da jovem. Então, ainda conforme o registro policial, após ela dizer em meio a suspeitos que iria chamar a Polícia foi agarrada por um deles, obrigada a entrar em um veículo e levada até o cárcere privado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE