Indígenas

Cinco das 10 áreas indígenas mais pressionadas estão em Roraima

Levantamento foi divulgado na edição mais recente do estudo trimestral "Ameaça e Pressão de Desmatamento em Áreas Protegidas", do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia

Raphael Pati*
postado em 18/05/2022 18:44 / atualizado em 18/05/2022 18:46
 (crédito: Bruno Kelly/Amazônia Real)
(crédito: Bruno Kelly/Amazônia Real)

Das 10 terras indígenas mais pressionadas atualmente no Brasil, cinco estão em Roraima. Os números foram divulgados na última edição de um estudo trimestral realizado pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), intitulado Ameaça e Pressão de Desmatamento em Áreas Protegidas. O estado mais setentrional do país superou o Pará, que, na edição passada do estudo, liderava o número de mais terras pressionadas na lista.

As cinco terras de Roraima que estão na lista são: Manoá/Pium, Moskow, Raposa Serra do Sol, São Marcos e Waimiri Atroari, que aparece com a segunda terra indígena mais pressionada do país. Além de estar em Roraima, ela também divide parte do seu território com o Amazonas.

"O fato de metade das terras indígenas mais pressionadas no primeiro trimestre estarem localizadas em Roraima pode ser explicado pelo regime de chuvas no estado, que ocorre de forma inversa ao do restante da Amazônia. Entre janeiro e março, Roraima estava no período seco, quando o desmatamento costuma ser maior, enquanto os outros oito estados amazônicos estavam na estação chuvosa. Por isso, tanto Roraima quanto outros estados com áreas protegidas entre as mais pressionadas precisam intensificar suas ações de proteção", explica Larissa Amorim, pesquisadora da Imazon.

Confira a lista das 10 terras indígenas mais pressionadas do Brasil:

1ª – Cachoeira Seca do Iriri (PA)
2ª – Waimiri Atroari (AM/RR)
3ª – Apyterewa (PA)
4ª – Alto Rio Negro (AM)
5ª – Karipuna (RO)
6ª – Manoá/Pium (RR)
7ª – Médio Rio Negro I (AM)
8ª – Moskow (RR)
9ª – Raposa Serra do Sol (RR)
10ª – São Marcos (RR)

Áreas protegidas

O estudo também aponta que o Pará é o estado mais pressionado do país, ao ser incluídas todas as áreas de proteção. Esse cenário já perdura por um bom tempo. "O Pará é frequentemente um dos estados que mais apresentam áreas protegidas ameaçadas e pressionadas. Caso as informações disponíveis fossem utilizadas para a proteção desses territórios, essa devastação poderia ter sido evitada", diz Larissa Amorim.

Confira a lista das 10 áreas de proteção mais pressionadas do Brasil:

1ª – APA Triunfo do Xingu (PA)
2ª – APA do Tapajós (PA)
3ª – TI Cachoeira Seca do Iriri (PA)
4ª – Resex Jaci Paraná (RO)
5ª – Resex Chico Mendes (AC)
6ª – TI Waimiri Atroari (AM/RR)
7ª – APA Caverna do Maroaga (Presidente Figueiredo) (AM)
8ª – APA do Lago de Tucuruí (PA)
9ª – Esec da Terra do Meio (PA)
10ª – PES de Guajará-Mirim (RO)

*Estagiário sob a supervisão de Vicente Nunes

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE