Desaparecimento na Amazônia

Canto indígena de Bruno Pereira é remixado por André Abujamra

Canção do indigenista desaparecido emocionou o cantor, compositor e arranjador, que decidiu honrar a música

Camilla Germano
Aline Gouveia
postado em 14/06/2022 17:29
 (crédito: Reprodução/Youtube)
(crédito: Reprodução/Youtube)

O cantor, compositor e arranjador André Abujamra criou um remix emocionante de um canto indígena de Bruno Pereira. O indigenista desapareceu no Vale do Javari, com o jornalista e correspondente do The Guardian no país Dom Philips. Os dois realizavam trabalhos de investigação em terras indígenas e foram vistos pela última vez no domingo (5/6).

No vídeo do remix, compartilhado por André nesta terça-feira (14), há a voz de Bruno e de indígenas, acompanhada de imagens de alguns momentos do indigenista enquanto trabalhava na região amazônica. Ele desenvolvia um extenso trabalho em defesa dos povos originários. Bruno era responsável pela Coordenação Geral de Indígenas e de Recente Contato (CGIIRC), da Funai, e foi exonerado após coordenar uma operação contra garimpeiros na terra indígena Yanomami.

"Eu não costumo ficar profundamente triste. Quem me conhece sabe que sou muito otimista e raramente faço a tristeza me dominar, mas hoje eu quebrei a espinha! Geralmente eu faço música como uma oração! Quando vi o vídeo do Bruno chorei muito e daí fiz esse remix! Meu amigo /irmão @mauro.renui fez o vídeo! força e amor", escreveu André na publicação com o vídeo.

O canto de Bruno Pereira se tornou pano de fundo para as buscas pelo jornalista e indigenista, que ainda não foram encontrados.

Confira o remix:

Como estão as buscas?

Em nota divulgada na noite de segunda-feira (13), o comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal no Amazonas, informou que as buscas pelos desaparecidos continuam.

O texto fala ainda sobre os objetos pessoais de Bruno e Dom que foram encontrados próximo à casa de Amarildo Costa de Oliveira, conhecido como 'Pelado', um dos suspeitos do desaparecimento.

Os objetos e os resquícios de sangue coletados pela PF foram encaminhados para perícia e o resultado deve ser divulgado no decorrer da semana.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE