Amazônia

Família de Dom Philips critica informações contraditórias sobre desaparecimento

Em comunicado divulgado nesta terça-feira (14/6), familiares do jornalista britânico afirmam que foram contatados ontem por um representante da embaixada brasileira de Londres para avisar sobre localização de dois corpos

Victor Correia
postado em 14/06/2022 10:27
 (crédito: Material Cedido ao correio Braziliense)
(crédito: Material Cedido ao correio Braziliense)

A família britânica do jornalista Dom Philips divulgou nesta terça-feira (14/6) uma nota sobre as informações contraditórias em relação ao desaparecimento do jornalista e do indigenista Bruno Pereira no Vale do Javari, Amazonas, desde 5 de junho. Eles afirmam que foram contatados ontem pelo representante da embaixada brasileira em Londres Roberto Doring.

Fomos avisados por telefone que dois corpos haviam sido encontrados. Porém, devido ao fato de que ainda era cedo no Brasil, a identificação não havia ocorrido”, diz a nota, assinada por irmãos, sobrinhas e cunhada de Dom Philips. “Agora, às 8h30 no horário britânico em 14 de junho, não temos nenhuma atualização sobre essa posição. Para complicar nossa situação já angustiante, fomos informados de forma confiável que a Polícia Federal no Brasil está contradizendo isso”, continua.

A Polícia Federal negou, na segunda-feira (13), as informações de que dois corpos haviam sido encontrados durante as buscas, afirmando que foram encontrados apenas materiais biológicos, já enviados para perícia, e pertences pessoais.

“Só podemos esperar que, com o passar do tempo, vamos entender o que aconteceu e os relatos serão reconciliados. Estamos escolhendo não dar entrevistas à imprensa sobre a situação atual e oferecemos este comunicado na esperança de explicar o que sabemos, e o desafio que estamos enfrentando para entender o que aconteceu”, afirma a família.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE