Desaparecimento na Amazônia

PF prende novo suspeito pelo desaparecimento de Dom e Bruno na Amazônia 

Em dois mandados de busca e apreensão foram encontrados cartuchos de arma de fogo e um remo que seguiram para perícia. Mais um suspeito está em prisão temporária, passará por interrogatório e audiência de custódia

Tainá Andrade
postado em 14/06/2022 21:51 / atualizado em 14/06/2022 21:52
 (crédito:  AFP)
(crédito: AFP)

O comitê de crise da Polícia Federal do Amazonas (PF), anunciou, nesta terça-feira (14/6), que mais um suspeito foi levado para interrogatório sobre o desaparecimento do indigenista, Bruno Araújo, e do jornalista inglês, Dom Philips. Oseney da Costa de Oliveira, 41, conhecido como “Dos Santos”, é irmão de Amarildo, o "Pelado", suspeito preso desde o dia 7 de junho

Dos Santos é acusado de estar junto na lancha com Amarildo. A polícia fará interrogatório para tentar descobrir se Dos Santos esteve envolvido no caso. A partir disso, ele será encaminhado para audiência de custódia em Atalaia.

Além disso, mais objetos foram apreendidos e levados para análise. Dessa vez, foram cartuchos de arma de fogo e um remo, apreendidos após cumprimento de dois mandados de busca e apreensão, solicitados pelo poder Judiciário da cidade de Atalaia do Norte.

Objetos encontrados no domingo (12/6), pela PF, e confirmados que pertencem a Dom e Bruno, foram encontrados próximo à casa de Amarildo. São roupas, uma mochila, um laptop, chinelos, botas e um cartão de saúde com o nome de Bruno.

As buscas pelo indigenista e o jornalista entraram no 10º dia. Os agentes envolvidos na Operação Javari disseram, na nota, que continuam à procura dos corpos e de mais vestígios pelo Rio Itaquaí, onde foram vistos pela última vez a caminho de fluviais e aéreas na região do, em Atalaia do Norte/AM.

Em entrevista concedida na segunda-feira (13), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que os “indícios levam a crer que fizeram alguma maldade" com o jornalista e com o indigenista.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE