Rio de Janeiro

Mulher com suspeita de varíola dos macacos: "Bolhas não param de doer"

Em vídeo que viralizou nas redes sociais, a paciente de Itaguaí (RJ) mostra as feridas pelo corpo; ao Correio, prefeitura da cidade descartou se tratar da varíola do macaco

Correio Braziliense
postado em 22/06/2022 12:55 / atualizado em 23/06/2022 09:47
 (crédito: Reprodução/Twitter)
(crédito: Reprodução/Twitter)

Um vídeo, que viralizou nas redes sociais, mostra uma paciente da cidade de Itaguaí, no Rio de Janeiro, que está com suspeita de varíola dos macacos, comentando sobre os sintomas da doença.

"Ontem, eu fui para o [Hospital] São Francisco, com suspeita de varíola [dos macacos]. Como vocês podem ver, o meu rosto está bem agressivo, com glândulas, e no meu corpo nessa região [do pescoço] e um pouquinho mais abaixo", relata ela no começo do vídeo.

A mulher, que não teve a identidade revelada, fala que foi bem atendida no hospital e que fizeram todos os procedimentos necessários.

"Eu estou com muitas dores, com muita febre, muitas dores de cabeça, dor no corpo imensas (sic) e essas bolhas não param de doer", continua no relato.

Resposta da Prefeitura de Itaguaí

Ao Correio, a Prefeitura de Itaguaí afirmou que após análise do caso da paciente foi descartada a possibilidade de Varíola dos Macacos. Em nota encaminhada a reportagem, eles explicam que o caso do vídeo foi mais um dos descartados no Rio de Janeiro. "Das 17 notificações sobre possíveis contaminados até agora no estado do Rio de Janeiro, 2 foram confirmadas, 5 estão em análise e 10 acabaram descartadas", afirmaram no texto. 

Confira a nota na íntegra:

*Secretaria Estadual de Saúde descarta caso de Varíola dos Macacos em Itaguaí*

A Secretaria de Estado de Saúde analisou e divulgou o caso de uma moradora de Itaguaí e descartou a possibilidade de Varíola dos Macacos. Ela foi atendida no Hospital São Francisco Xavier e está em isolamento.

A gestão municipal está tomando todos os cuidados com a sua população em relação à doença.

A paciente gravou um vídeo distribuído nas redes sociais no qual apontava bolhas em seu corpo e suspeitou que pudesse ser a doença, no entanto, foi mais um caso descartado no Rio de Janeiro. Das 17 notificações sobre possíveis contaminados até agora no estado do Rio de Janeiro, 2 foram confirmadas, 5 estão em análise e 10 acabaram descartadas.

A prefeitura segue todos os cuidados no trato da paciente em busca da solução definitiva para o caso.

Veja o vídeo divulgado pela paciente:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE