Covid-19: OAB-DF lamenta morte advogado que esperou 12 horas por UTI

Órgão se manifestou após reportagem do Correio sobre o falecimento de Eduardo Passos. O advogado morreu após esperar mais de 12h para ser transferido para a UTI

Samara Schwingel
postado em 10/08/2020 17:04 / atualizado em 10/08/2020 17:04
 (foto: Antonio Cunha/Esp. CB)
(foto: Antonio Cunha/Esp. CB)

A Ordem do Advogados Seccional do Distrito Federal (OAB-DF) lamenta a morte de Eduardo Passos. O advogado de 41 anos faleceu devido a complicações pela covid-19 após esperar por mais de 12 horas pela transferência para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em nota, o órgão oferece condolências e solidariedade aos familiares e amigos. Além disso, "cobra das autoridades informações sobre caso com o objetivo de apurar a real situação da saúde no estado em face da pandemia."

Eduardo estava internado no Hospital Regional de Ceilândia (HRC) quando, na tarde da última terça-feira (4/8), apresentou uma piora no quadro e precisou de uma UTI. Segundo os familiares, não havia leitos no hospital e Eduardo precisou aguardar por horas uma vaga em outra unidade.

À noite, por volta das 21h50, surgiu um leito na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante. Porém, Eduardo só teria sido transferido na manhã do dia seguinte, após 12h de espera. Com o estado de saúde grave, ele não resistiu às complicações e morreu.

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), responsável pela gestão dos leitos de UTI na capital federal, informou que o paciente recebeu toda a assistência médica com suporte necessário, mas após a solicitação de outra vaga de UTI com suporte dialítico, veio a óbito.

Confira a nota da OAB-DF na íntegra:


A OAB/DF manifesta seu pesar pelo falecimento do advogado Eduardo Passos dos Santos, 41 anos, vítima da covid-19 no Distrito Federal. Neste momento de consternação, oferece suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos. Cobra das autoridades informações sobre caso com o objetivo de apurar a real situação da saúde no estado em face da pandemia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação