Novacap avalia prorrogar prazo de adesão ao PDV

Pedido para estender prazo já foi protocolado e depende do Conselho de Administração da Novacap. Ao todo, 368 servidores aderiram ao programa, mas mais de 1,3 mil estavam aptos

Jaqueline Fonseca
postado em 10/08/2020 20:50 / atualizado em 10/08/2020 20:58
 (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press - 5/4/18 )
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press - 5/4/18 )

Sem conseguir atingir a meta do Programa de Desligamento Voluntário (PDV) dentro do primeiro prazo previsto, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) estuda prorrogar o período de inscrição. A primeira fase de adesão ao PDV terminou na última sexta feira (7/8), com 368 pedidos. O número total de servidores aptos ao PDV é 1.334.

O pedido de prorrogação do prazo de inscrições foi protocolado e será analisado pela Diretoria Executiva do Conselho de Administração da Novacap e pela Secretaria de Economia. Todas as solicitações feitas na primeira etapa serão analisadas para conferir se os pedidos atendem aos requisitos estabelecidos.

Entre os critérios, estão ter mais de 49 anos e pelo menos 18 anos de exercício efetivo na Novacap e pertencer ao quadro permanente da empresa. As vantagens anunciadas para o servidor que fizer adesão ao PDV incluem o recebimento de uma porcentagem da Remuneração Mensal Base (RMB) por 60 meses, valor variável de 50% a 60% da RMB, a manutenção do ressarcimento do auxílio-saúde até dezembro de 2021, pagamento da cesta-alimentação de R$ 600 pelo mesmo período e valor equivalente à multa contratual de 20%, calculada sobre os depósitos realizados pela Novacap.

O diretor-financeiro da Novacap, Rubens de Oliveira, explica que o PDV oportuniza uma saída mais vantajosa para o trabalhador e ajudará a reduzir a folha de pagamento da empresa. “Os objetivos principais são: os recursos economizados poderão ser revertidos em investimentos para a cidade; a renovação do quadro de empregados por meio de concurso público que deve ser realizado posteriormente e; principalmente, a valorização dos empregados que se dedicaram à empresa durante vários anos, por meio de um incentivo financeiro condizente com a realidade atual da empresa. Além disso, a saída destes servidores vai, naturalmente, promover uma oxigenação da companhia, visto que serão abertos novos postos de trabalho para profissionais especializados", diz.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação