Jornada do IFB propõe mergulho nos sabores e saberes do Cerrado

Além de palestras, a Jornada Nacional de Conhecimento Sabores e Saberes do Cerrado contará com 1° concurso de receitas com alimentos típicos do bioma

Correio Braziliense
postado em 11/08/2020 14:21 / atualizado em 11/08/2020 14:21
Baru, fruto típico do cerrado, fará parte do 1° concurso de receitas do evento -  (foto: Marcelo Kuhlmann/Projeto Frutos Atrativos do Cerrado)
Baru, fruto típico do cerrado, fará parte do 1° concurso de receitas do evento - (foto: Marcelo Kuhlmann/Projeto Frutos Atrativos do Cerrado)

Entre os dias 11 de agosto e 11 de setembro, o Instituto Federal de Brasília (IFB) realizará a segunda edição da Jornada Nacional do Conhecimento Sabores e Saberes do Cerrado. A iniciativa será realizada pela área de Gastronomia do Campus Riacho Fundo, e tem como objetivo promover reflexões e debates sobre sociobiodiversidade, com convidados de diversas áreas do conhecimento.

Devido às restrições importas pela pandemia do novo coronavírus, o evento terá um novo formato. “Tendo em vista o contexto da pandemia, a jornada foi totalmente adaptada ao ambiente virtual e será transmitida pelo canal TV IFB, no YouTube. Com a internet, nosso evento ganha outra dimensão”, ressalta Ana Paula Jacques, professora de gastronomia do IFB e uma das coordenadoras e idealizadoras do evento.

A iniciativa inclui aspectos de interdisciplinaridade sobre o Cerrado. Além da gastronomia, a coordenação da área de Geografia também será envolvida.

1° Concurso de Receitas do Cerrado

Com o intuito de incentivar cozinheiros amadores e profissionais no uso de especiarias do Cerrado, será realizado o 1° Concurso de Receitas do Cerrado. Com o intuito de gerar a valorização dos produtos da sociobiodiversidade do Cerrado na gastronomia, uma das condições para participar do concurso é utilizar-se do “Baru” – espécie nativa do bioma – como item obrigatório da receita.

O resultado final do concurso será no dia 11 de setembro, data alusiva ao Dia do Cerrado. Para os vencedores de cada categoria, a premiação inclui kit com produtos da Central do Cerrado e o livro “Frutos do Cerrado: 100 espécies atrativas para o Homo Sapiens”, do biólogo Marcelo Kulhmann.

Os interessados poderão fazer as inscrições a partir desta terça-feira (11/8) através do formulário disponível no site do evento. O cadastro poderá ser feito até 25 de agosto.

Programe-se

Dia 11/8, às 17h: Abertura e palestra magna Paradigmas do desenvolvimento no Cerrado, com o professor da Universidade Federal do ABC Arilson Favareto.

Dia 13/8, às 17h: Aula-show Desvendando ingredientes brasileiros na coquetelaria, com o chef de bar do Balaio IMS (SP), Rafael Welbert.

Dia 18/8, às 17h: Aula-show com a chef e proprietária do restaurante Casa de Ieda (SP), Ieda de Matos.

Dia 25/8, às 17h: Aula-show com o Professor de Culinary Arts do Culinary Institute of America (CIA at Greystone) e autor do livro The Brazil Project, Almir da Fonseca.

Dia 1/9, às 17h: Aula-show com o chef e proprietário do restaurante Conca Cozinha Original (DF), Diego Badra.

Dia 9/9, às 17h: Webnário Bioeconomia e agregação de valor às cadeias produtivas agrícolas, com o Diretor-Chefe da Unidade Embrapa Alimentos e Territórios, João Flávio Veloso, e o Professor Sênior do Programa de Ciência Ambiental do IEE/USP, Ricardo Abramovay.

Dia 9/9, às 18h30: Webnário “Desafios e oportunidades para os produtos da sociobiodiversiade do Cerrado”, com a administradora e gestora da COPABASE (Arinos/MG), Dionete Barbosa, e a ecóloga, mestre em Ecologia pela UnB e coordenadora do Programa Cerrado e Caatinga no ISPN, Isabel Figueiredo.

 

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação