Saúde

Inaugurada nesta segunda, UBS em Samambaia vai atender 14 mil pessoas

A UBS nº 11 está localizada na Quadra 831 e vai atender à população que vive em 11 quadras vizinhas. Investimento foi de R$ 2,5 milhões

Thais Umbelino
postado em 14/09/2020 11:57
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

O Governo do Distrito Federal inaugurou, na manhã desta segunda-feira (14/9), a Unidade Básica de Saúde (UBS) nº 11 de Samambaia, localizada na Quadra 831. A unidade vai contar com quatro equipes de Saúde da Família, uma de saúde bucal para atendimento de população estimada em 14 mil pessoas que vivem em 11 quadras vizinhas, além dos moradores do Morro do Macaco, do Morro do Sabão e da área rural. A obra recebeu investimento de R$ 2,5 milhões.

Estiveram presentes na cerimônia de inauguração, transmitida ao vivo em rede social do GDF, representantes do governo como o vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto; o secretário interino da Secretaria de Saúde, Osnei Okumoto; o superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Wendel Moreira; o secretário de governo, José Humberto Pires, e o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Fernando Leite.

Durante evento, Paco Britto agradeceu a participação dos envolvidos para que a unidade fosse inaugurada e declarou que o governo vai continuar a expandir os projetos de saúde na capital. “Nós temos a urgência de expandir a Estratégia da Saúde em Família (ESF). A meta é ter 100% de cobertura no DF. Também de priorizar as áreas de vulnerabilidade (da capital)”, disse. Outra ação prevista, segundo Paco Britto, é que 13 UBS em fase final de elaboração de projetos comecem o processo de licitação. “Além disso, (o objetivo) é a convocação e nomeação de médicos e enfermeiros de família da comunidade e contratação de agentes comunitários”, concluiu o vice-governador.

“Eu saí e retornei recentemente para cumprir essa missão”, disse o secretário interino de saúde, Osnei Okumoto que assumiu a pasta em 25/8 em decorrência do afastamento da alta cúpula da Secretaria de Saúde devido às prisões preventivas e buscas e apreensões pela segunda fase da Operação Falso Negativo. “É uma felicidade muito grande retornar depois de muito tempo trabalhando com o planejamento (da unidade)”, completou Osnei.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação